Brasil

Aeronautas e aeroviários decidem entrar em estado de greve

Estado de greve foi decidido em assembleias realizadas na noite de quinta-feira


	Estado de greve foi decidido em assembleias realizadas na noite de quinta-feira
 (Pilar Olivares/Reuters)

Estado de greve foi decidido em assembleias realizadas na noite de quinta-feira (Pilar Olivares/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de janeiro de 2016 às 15h12.

São Paulo - Aeronautas e aeroviários de Guarulhos, Porto Alegre, Campinas e Recife e das bases do Sindicato Nacional dos Aeroviários podem paralisar suas atividades a qualquer momento em aeroportos de todo o País, depois que foi decidido estado de greve por assembleias realizadas na noite de quinta-feira, dia 7.

A decisão visa pressionar as empresas do setor para atenderem às reivindicações da categoria.As assembleias aprovaram contraproposta salarial, que será apresentada às companhias aéreas no dia 14.

Entre as reivindicações estão aumento salarial de 12%, sendo 10,97% de reposição da inflação referente à data-base de 1º de dezembro e 0,93% de ganho real. Também são pedidas elevação de 15% de pisos salariais e alta de 20% no valor da cesta básica.

Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de BrasíliaAeroporto de GuarulhosAeroportosAeroportos do BrasilBrasíliaEmpresasTransportestransportes-no-brasil

Mais de Brasil

Quero ser responsável pela vitória dele, diz Lula no lançamento da candidatura de Boulos em SP

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Mais na Exame