Aécio sai enfraquecido das eleições municipais

Derrota de João Leite em Belo Horizonte pode dificultar planos do senador de emplacar candidatura presidencial em 2018

Brasília – O resultado expressivo do PSDB nas eleições de 2016 manteve o partido no hall que reúne as siglas mais importantes do país. Apesar de terminar a corrida eleitoral como líder das maiores cidades do Brasil, a legenda  teve uma derrota expressiva. Em Belo Horizonte, João Leite (PSDB-MG) perdeu a disputa para Alexandre Kalil (PHS-MG) no segundo turno.

Leite é afilhado político de Aécio Neves (PSDB-MG), que governou Minas Gerais entre 2003 e 2010. Com o resultado,  o senador tucano sai enfraquecido da disputa municipal. O revés do aliado na capital mineira pode dificultar os planos de Aécio de emplacar sua candidatura à Presidência pelo PSDB em 2018.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), que conseguiu eleger seu afilhado João Doria (PSDB-SP) na capital paulista no primeiro turno, se consolida como nome mais forte para concorrer ao comando do Palácio do Planalto em 2018.

Após o final das apurações, interlocutores de Aécio tentaram minimizar derrota em Belo Horizonte, destacando o “desempenho memorável” do PSDB na corrida eleitoral de 2016. Em conversas privadas, porém, o tucano teria admitido que caminho para ser o presidenciável do PSDB em 2018 teria ficado mais longo que o de Alckmin.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.