Aécio perde cabo de guerra com Doria por liderança do PSDB

Bancada do partido na Câmara estava dividida sobre nome de novo líder, mas decidiu manter Carlos Sampaio (SP), próximo a Doria

Brasília — Dividida entre um aliado do deputado Aécio Neves (MG) e um do governador de São Paulo, João Doria, a bancada do PSDB na Câmara dos Deputados desistiu de mudar seu líder para 2020. Após uma breve guerra de listas no ano passado, o acordo agora é manter Carlos Sampaio (SP).

Próximo de Doria e do presidente do partido, Bruno Araújo (PE), Sampaio foi líder em 2019 e é visto com bons olhos pelos aliados de Aécio. A princípio, o grupo do mineiro queria impôr a escolha de Celso Sabino (PA) como líder. O governador paulista, porém, conseguiu inserir dois deputados aliados seus na bancada. Aos poucos, o apoio por um novo líder ligado a Aécio diminuiu.

O grupo ligado a Doria e Bruno Araújo também teve que ceder. Antes, a ideia era que Beto Pereira (MS) assumisse a liderança na Câmara. Após algumas reuniões no retorno do Congresso do recesso, ficou claro que o nome que alcançaria o maior consenso era o de Carlos Sampaio, que já havia voltado à liderança no fim do ano passado para pacificar os tucanos.

"Eu tinha votos o suficiente para me tornar líder nessa semana, mas em função de uma necessidade de manutenção da unidade da bancada, eu tomei a decisão de abrir mão e criar uma excepcionalidade em favor da manutenção do líder Carlos Sampaio por este exercício", diz Beto Pereira.

A princípio, em uma reunião na semana passada, Celso Sabino e seus aliados haviam recusado o acordo para manter Carlos Sampaio, exigindo uma nova eleição com o argumento de que tinham 16 votos — um a menos do que o necessário, com 33 deputados no PSDB — e iriam tentar ganhar no voto.

Nos dias seguintes, no entanto, um grupo de deputados que haviam apoiado Aécio e Celso procurou os aliados de Carlos Sampaio e Beto Pereira para manifestar o apoio à manutenção do líder por mais um ano, em prol da união da bancada. Segundo a ala que apoia Carlos, o grupo de Aécio hoje tem só cinco apoiadores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.