WhatsApp Web se prepara para enfrentar Zoom, Google e Microsoft

Atualização ainda está indisponível, mas poderá ser útil em tempos de coronavírus — e vai brigar diretamente com outras gigantes das videochamadas

A versão web do aplicativo de mensagens WhatsApp ganhará, em breve, um recurso para bater de frente com o Zoom Video Communications, o Google e a Microsoft. Segundo o WABetaInfo, site que testa versões preliminares do aplicativo, o WhatsApp irá oferecer a opção de fazer videochamadas com até 50 pessoas incorporando um atalho para o Messenger Rooms, também do Facebook, anunciado no final de abril. A opção também estará disponível no iPhone.

O atalho ainda não foi liberado para os usuários e o site teve acesso a ele na versão 2.2019.6 do WhatsApp Web. Não há previsão de quando ele será publicado.

O momento não poderia ser mais propício para as empresas entrarem na onda das videoconferências. Com a quarentena, as ações da Zoom Video Communications, startup americana de videochamadas, chegaram a subir 60% neste ano. No Zoom é possível fazer chamadas com 100 pessoas por até 40 minutos.

Também no final do mês passado, o Google anunciou que iria liberar em maio o aplicativo Google Met de graça para todos, com a possibilidade de fazer videoconferências via internet com até 100 pessoas e sem limite de tempo.

Em companhias que usam o pacote de produtividade corporativa da Microsoft, as equipes podem fazer reuniões pode videoconferência usando o Microsoft Teams, um programa que também oferece conversa via mensagens e integração ao calendário do Outlook.

Na corrida pelo mercado de videochamadas, o WhatsApp entra com a vantagem de estar entre os aplicativos mais populares do Brasil, onde mais de 120 milhões de pessoas o utilizam.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.