Vovó de 75 anos desliga internet na Armênia

Uma senhora de 75 anos deixou 3,2 milhões de pessoas sem acesso à internet, em três países, depois de cortar acidentalmente um cabo de fibra óptica na Geórgia
Fibras Ópticas: o rompimento de um cabo na Geórgia deixou milhões de pessoas sem acesso à internet em três países (Clix)
Fibras Ópticas: o rompimento de um cabo na Geórgia deixou milhões de pessoas sem acesso à internet em três países (Clix)
V
Vinicius AguiariPublicado em 18/07/2012 às 19:28.

São Paulo — Uma senhora de 75 anos cortou acidentalmente um cabo de fibra óptica na Geórgia e acabou interrompendo o acesso à internet em toda a Armênia. A mulher estava cavando em busca de cobre na região da capital da Geórgia, Tbilisi, quando sua pá rompeu o cabo. O cobre seria vendido como sucata. O incidente aconteceu no último dia 28.

Como 90% do tráfego de dados da Armênia passa pela Geórgia, o acidente tomou proporções gigantescas. Aproximadamente 3,2 milhões de pessoas, habitantes do país vizinho, ficaram sem conexão por cinco horas, até que as empresas ArmenTel, FiberNet Communication e GNC-Alfa, responsáveis pelo serviço, conseguiram restabelecer o acesso. Parte da Geórgia e do Azerbaijão também foi atingida pela pane. 

Apelidada de “pá-hacker” pela imprensa local, a senhora está sendo investigada por suspeita de dano à propriedade particular. Caso condenada, ela pode pegar até três anos de prisão. Os técnicos acreditam que o cabo foi exposto após mudanças no solo, provocadas por deslizamentos e chuvas. O garimpo de cobre para sucata é prática comum nos países que pertenceram à ex-União Soviética.