Uber muda regras e usuário pode pagar até R$ 20 para cancelar uma viagem

O tempo de tolerância para realizar um cancelamento gratuito no aplicativo também diminuiu

A Uber está operando sob novas regras desde o início desta semana. O aplicativo de transporte atualizou algumas de suas políticas para evitar cancelamentos de solicitações de viagem feitas pelos usuários no app para incluir a categoria Uber Flash, de entregas e retiradas de encomendas. Com as mudanças, quem cancelar uma corrida pelo aplicativo poderá pagar uma taxa de até 20 reais.

A companhia informou as novas regras em e-mails enviados para os usuários nos últimos dias. Na mensagem, a Uber informa que o limite de tempo de cancelamento gratuito das viagens solicitadas pode ser de até 2 minutos, dependendo da região em que o usuário está. Caso o tempo seja extrapolado, o aplicativo cobrará uma taxa mínima no valor de 5 reais.

A grande novidade é que este valor não será fixo. Essa penalização poderá chegar a até 20 reais dependendo de quanto tempo o usuário deixe o motorista esperando antes de realizar o cancelamento da viagem. O cálculo também leva em conta a distância percorrida pelo motorista desde a solicitação da viagem até o momento do cancelamento.

Outro ponto importante, e informado pela Uber somente após a publicação desta reportagem, é que este valor varia de acordo com a região. O limite de 20 reais é válido para a cidade de São Paulo. Em algumas cidades da região nordeste, o valor pode ser de 12 reais. A companhia não especificou detalhes sobre os tipos de cobrança.

Caso o usuário que esteja por trás do aplicativo opte por realizar os pagamentos em dinheiro, a dívida deverá ser paga na próxima viagem realizada pelo aplicativo de transporte. Se o usuário estiver utilizando cartões como método de pagamento, a taxa será descontada automaticamente.

As novas regras da Uber vão ao encontro de solicitações antigas de motoristas cadastrados no aplicativo, como mais práticas de segurança. Nos últimos meses, a companhia vem tentando atender algumas das demandas dos condutores. Recentemente, a empresa anunciou uma parceria para o fornecimento de uma linha de crédito dedicada exclusivamente aos motoristas e entregadores da plataforma.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.