Site de relacionamentos rouba 250 mil contas do Facebook

Em nota, o Facebook afirmou que o roubo de informações de seus usuários viola sua política de uso e que irá tomar as atitudes necessárias

São Paulo – O site de encontro Lovely Faces surgiu na internet esta semana com nada menos do que 250 mil perfis já cadastrados. Como isso é possível? Simples, o Lovely Places roubou dados do Facebook. 

As informações – fotos, nomes e cidades – foram importados do perfil público dos usuários – aquele exibido após uma busca no Google, por exemplo.

Em seguida, um algoritmo fez a análise das fotos e classificou os usuários em categorias como legal, manhoso, fácil de lidar etc.

Ao site da revista Wired, a dupla por trás do site afirmou que se trata de uma obra de arte digital, sem fins comerciais.

De acordo com Paolo Cirio e Alessandro Ludovic, o objetivo da “brincadeira” é questionar os limites da identidade digital e sua legitimidade, uma vez que ela pode ser reproduzida por qualquer um.

Em nota, o Facebook afirmou que o roubo de informações de seus usuários viola sua política de uso e que irá tomar as atitudes necessárias contra as organizações que violam os termos.

Vale lembrar que quando apresentou o seu primeiro site, o Facemash, Mark Zuckerberg também roubou dados e fotos do bando de dados da Universidade de Harvard.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.