Samsung lança linha de smartphones Galaxy Note 10 no Brasil

Celulares Android da empresa sul-coreana chegam para rivalizar com novos iPhones; Galaxy Tab S6 e relógio Active 2 também chegarão ao mercado

São Paulo – A Samsung lança nesta semana no Brasil a linha de smartphones Galaxy Note 10, que chega em duas variantes: Note 10 e Note 10+. Os aparelhos agora são os mais sofisticados da marca sul-coreana no mercado global. São eles que rivalizarão com os novos iPhones, que devem ser apresentados pela Apple neste mês. Os preços sugeridos dos smartphones são de 5.299 reais para o Note 10 e 5.999 reais para o Note 10+.  

Os aparelhos trazem como principais novidades o recurso de desfoque de fundo em vídeos – função chamada Foco Dinâmico. Antes, era possível fazer isso apenas em fotografias. O zoom em um vídeo gravado com celulares dessa linha pode aproximar não só a imagem, mas também o som, de modo a reduzir o som ambiente e focar em algo específico, como no som de um pianista tocando em uma praça pública.

Como no Galaxy S10+, lançado em abril, o Note 10+ conta com três câmeras traseiras, uma de amplitude comum (12 megapixels), uma com zoom (12 megapixels) e outra com amplitude de 120 graus (16 megapixels), como a de uma câmera de ação GoPro. Há ainda um sensor de profundidade (Time of Flight, no termo em inglês). O aplicativo de câmera também tem funções de entretenimento, como a possibilidade de fazer desenhos sobre as imagens mostradas pela câmeras. Se você desenhar uma coroa sobre a cabeça de alguém, por exemplo, ela irá acompanhá-la conforme a pessoa se movimenta.

A linha Galaxy Note se diferencia do mercado pela sua caneta inteligente, chamada S-Pen. Ela fica acomodada dentro dos smartphones e permite a criação de anotações à mão e desenhos. No ano passado, essa caneta passou a funcionar também como um controle remoto para a câmera, graças à conectividade Bluetooth que ela ganhou.

Agora, a S-Pen recebe sensores de movimento, acelerômetro e giroscópio. Com isso, o número de gestos que permitem o controle de recursos da câmera aumenta. É possível, por exemplo, fazer um movimento de círculo para que o zoom seja acionado. O aplicativo de vídeos YouTube também pode ser controlado pela caneta da Samsung. O usuário pode trocar de vídeo, regular volume, pausar e recomeçar a reprodução. A sul-coreana trabalha com desenvolvedores para criar mais recursos em outros apps. As funções da S-Pen são únicas no mercado de celulares.

Por dentro, o Galaxy Note 10 conta com 256 GB de espaço de armazenamento, 8 GB de RAM, processador Exynos 9825 octa-core e processador gráfico Mali G76MP12. O desbloqueio de tela pode ser feito com senha, reconhecimento facial, reconhecimento de íris ou impressão digital – cujo sensor fica na própria tela. O tamanho da tela, a RAM e capacidade da bateria mudam nas duas versões do smartphone.

O Note 10 tem display de 6,3 polegadas, RAM de 8 GB e bateria de 3.500 mAh, enquanto o Note 10+ conta com tela de 6,8 polegadas. 12 GB de RAM e bateria de 4.300 mAh.

A tela dos aparelhos busca aproveitar ao máximo a área frontal. Desse modo, não há um recorte na tela, como no iPhone, que deixa uma barra preta no topo do produto. Em vez disso, a Samsung colocou a câmera diretamente na tela. Com isso, o usuário vê apenas o circulo da lente. Essa é uma tendência que fabricantes como Asus, Motorola e a própria Samsung vêm puxando ao longo de 2019. “Quando lançamos o Note, em 2011, criamos uma nova categoria no mercado de smartphones. Hoje, a tela grande é uma realidade em todos os celulares”, afirmou Antônio Quintas, vice-presidente de dispositivos móveis da Samsung Brasil.

Tablet e Relógio

A Samsung lança ainda no Brasil o tablet Android chamado Galaxy Tab S6. Ele chega para rivalizar com o iPad e, para isso, é o primeiro da categoria a chegar com câmera dupla. O preço sugerido do aparelho é de 4.299 reais.

O relógio Galaxy Active 2 também chega ao mercado com a proposta de atender ao público que faz exercícios ou quer se movimentar mais no dia a dia. Seus preços variam de 1.999 a 2.999 reais e os modelos dessa linha estarão disponíveis a partir de outubro – mirando nos concorrentes da família Apple Watch.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.