Realme chega ao Brasil e anuncia smartphones; veja preços

Chinesa afirma que quer estar entre as três principais empresas do mercado em 3 anos
Realme: aparelhos da linha 7 são lançados pela empresa no Brasil (Realme/YouTube/Reprodução)
Realme: aparelhos da linha 7 são lançados pela empresa no Brasil (Realme/YouTube/Reprodução)
Por Thiago LavadoPublicado em 07/01/2021 15:11 | Última atualização em 01/02/2021 18:02Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A chinesa Realme chegou oficialmente ao mercado de smartphones brasileiro na tarde desta quinta-feira, 7.

A empresa anunciou, em uma live de seu canal no YouTube, que irá vender os aparelhos Realme 7 e 7 Pro, além do relógio inteligente Realme Watch S.

A Realme chega ainda com os fones de ouvido Realme Buds Q. A fabricante planeja lançar mais de 20 dispositivos de Internet das Coisas (IoT) até o final do ano.

Confira os preços:

  • Realme 7 Pro: 2.999 reais
  • Realme 7: 2.499 reais
  • Realme Watch S: 899 reais
  • Realme Buds Q: 279 reais

As vendas iniciam-se nesta quinta-feira e terão 10% de desconto, além de 10% de cashback na primeira semana de vendas. A marca fechou parcerias com varejistas digitais, como B2W, para realizar as vendas nas lojas Americanas e no Submarino.

Em coletiva, a diretora de marketing da Realme para o Brasil, Crystal Gong, afirmou que a ambição é mirar o topo: o objetivo é figurar entre as 5 maiores fabricantes de smartphones da América Latina até o final de 2021 e figurar entre as três líderes de mercado no Brasil nos próximos 3 anos.

“Queremos mudar o jogo no Brasil, quebrar os padrões”, disse. A executiva afirmou ainda que o plano é realizar parte da produção no país. Detalhes dos investimentos ou de como acontecerá esse tipo de iniciativa não foram informados, por razões de estratégia.

“Poucas marcas chinesas trabalham na América Latina e é um desafio grande. Estamos apostando tudo aqui e trabalhando muito para conquistar mercado”, afirmou.

A aposta da empresa é trazer a expertise que tem em mercados asiáticos para o Brasil e começar a crescer também na América Latina. De acordo com dados da consultoria Counterpoint Research, a marca é a que mais cresceu no mundo no terceiro trimestre de 2020 e já tem fatia maior que a da Lenovo (dona dos celulares Motorola) e da LG no mercado global. 

A Realme aumentou seus envios de aparelho em 132% no terceiro trimestre de 2020, com mais de 50 milhões de vendas — se tornando a marca que mais rápido alcançou esse patamar.

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.