Previsão para leilão 5G é entre abril e maio de 2021, diz ministro

Na quinta-feira da semana passada, presidente Bolsonaro havia afirmado que seria ele quem decidirá sobre o fornecimento da tecnologia no Brasil
Pessoas com celular no metrô de São Paulo: 5G oferecerá alta velocidade (Leandro Fonseca/Exame)
Pessoas com celular no metrô de São Paulo: 5G oferecerá alta velocidade (Leandro Fonseca/Exame)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 10/09/2020 10:38 | Última atualização em 10/09/2020 10:39Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que o leilão para implementação da tecnologia 5G no País "com certeza" será feito no primeiro semestre de 2021. Segundo o ministro em entrevista à rádio Bandeirantes, a previsão da pasta é entre abril e maio.

Na quinta-feira da semana passada, dia 3, durante transmissão semanal pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro havia afirmado que seria ele quem decidirá sobre o fornecimento da tecnologia no Brasil. "Vou deixar bem claro, quem vai decidir 5G sou eu. Não é terceiro, ninguém dando palpite por aí, não. Eu vou decidir o 5G", disse Bolsonaro.

O ministro afirmou que vai levar para o presidente "todos os pontos positivos e negativos de cada um dos interessados. O que eu vou levar ao presidente é que a gente possa fazer um leilão não arrecadatório em boa parte". O ministro reafirmou que a decisão caberá a Bolsonaro e disse ser difícil tomar a decisão sobre o leilão "sob um único aspecto ou uma ótica".

"Temos que envolver os ministros que têm relação com o tema, como o ministro da Defesa que deverá ser ouvido na hora certa. Isso não cabe a mim, não posso entrar em tema que não é das Comunicações", completou.