Pergaminho do século XVIII é arrematado por € 5,5 milhões

Um pergaminho chinês do século XVIII foi vendido por 5,5 milhões de euros , cerca de R$ 20 milhões, um recorde mundial

Paris - Um pergaminho chinês do século XVIII, atribuído ao pintor Gu Quan, foi vendido por 5,5 milhões de euros (cerca de 20 milhões de reais) nesta terça-feira pela Christie's, em Paris - um recorde mundial para o artista, segundo a casa de leilões.

Este pergaminho de tinta e cor sobre papel, de 1181 centímetros, representa 500 monges budistas em uma paisagem de montanha e teve valor estimado entre 80.000 e 120.000 euros.

Gu Quan, que era pintor da corte no regime do Imperador Qianlong (1711-1799), era conhecido por seu talento em retratar os personagens.

No mesmo leilão de arte asiática, uma tigela de jade branca, também da época de Qianlong, foi vendida por mais de três milhões de euros - quando seu valor estimado era entre 120.000 e 180.000 euros.

Os dois lotes pertenciam a coleções privadas francesas.

O produto total do leilão alcançou 19,2 milhões de euros incluindo os gastos, ou seja "a venda de arte asiática mais já importante realizada na França", informou a Christie's.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.