Tecnologia

Nós iremos vencer, diz criador do Megaupload

Kim Dotcom declarou estar confiante em relação ao pedido de extradição movido pela Justiça americana

Fundador do Megaupload é acusado de causar prejuízo de cerca de US$ 500 mi a estúdios de cinema e gravadoras (Sandra Mu/Getty Images)

Fundador do Megaupload é acusado de causar prejuízo de cerca de US$ 500 mi a estúdios de cinema e gravadoras (Sandra Mu/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de janeiro de 2013 às 15h23.

São Paulo - O fundador do Megaupload, Kim Dotcom, declarou estar confiante em relação ao pedido de extradição movido pela Justiça americana contra ele e outros três executivos da empresa.

“Isso já foi longe demais, está fora de proporções. Acreditamos que as medidas tomadas contra nós possuem motivações políticas”, declarou ele, após se apresentar às autoridades neozelandesas nesta terça-feira. As informações são do jornal Daily Mail.

O Juiz responsável pelo caso deve anunciar amanhã se Dotcom continua em liberdade sob fiança ou se deve voltar para a prisão.

Apesar de ter sido solto na última quarta-feira, após permanecer um mês preso, Dotcom deve cumprir uma série de restrições, como não usar a internet nem helicóptero e não viajar em um raio maior que 80 quilômetros.

O fundador do Megaupload enfrenta um pedido de extradição feito pela Justiça dos Estados Unidos, que o acusam de infringir as leis de direitos autorais e causar prejuízo de cerca de 500 milhões de dólares a estúdios de cinema e gravadoras.

Acompanhe tudo sobre:CopyrightDownloadsEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaInternetKim DotcomMegaupload

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame