Moto G5 e G5 Plus têm recursos de celulares caros e preços justos

Os novos smartphones da Lenovo têm memória RAM de 2 GB, bom armazenamento interno, bateria que dura o dia todo e custam até 1.500 reais

São Paulo – Rival do Galaxy J5, da Samsung, e do Zenfone 3 Max, o Moto G5 tem praticamente tudo que você precisa em um smartphone. Ele tem memória RAM de 2 GB, processador Snapdragon 430 e armazenamento interno de 32 GB expansível com cartão microSD de até 128 GB. Tal configuração é suficientemente boa para quem quer um aparelho para se conectar às redes sociais, jogar games leves e tirar fotos. As câmeras traseira e frontal do dispositivo têm sensores de 13 megapixels e 5 megapixels, respectivamente.

A versão Plus do aparelho tem memória RAM e armazenamento iguais aos do Moto G5. O modelo se diferencia de sua versão menor em três quesitos: tela um pouco maior (de 5 polegadas para 5,2 polegadas Full HD), processador mais sofisticado (Snapdragon 625) e câmera com foco automático 60% mais veloz do que o da câmera do Moto G4 Plus. No quesito bateria, a do Plus é de 3.000 mAh e a do G5 é de 2.800 mAh — os dois vem com o carregador rápido da linha Moto que, segundo a Lenovofornece até 6 horas de duração da bateria com apenas 15 minutos de carregamento.

Ambas as versões são feitas de alumínio e estão disponíveis nas cores prata e dourada. Além disso, os dois aparelhos possuem leitores de impressões digitais que também servem para alternar apps, voltar para a home do sistema e bloquear a tela. Enquanto o Moto G5 sai por 999 reais, o Plus custa 1.499 reais no site da Lenovo.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.