Morte da Kadafi é isca para malware

E-mail vem disfarçado de conteúdo reenviado por algum conhecido do usuário, e alega conter material da agência de notícias AFP
morte de Kadafi já está sendo usada por cibercriminosos como isca para ataques (AFP)
morte de Kadafi já está sendo usada por cibercriminosos como isca para ataques (AFP)
P
Paula RothmanPublicado em 22/10/2011 às 12:06.

São Paulo- A morte do ditador líbio Muamar Kadafi já está sendo usada por cibercriminosos como isca para ataques.

Com o grande interesse público em ver vídeos e imagens do coronel, morto na quinta-feira, crackers criaram um spam que simula o envio desse material aos internautas.

Quem alerta é Graham Cluley, consultor sênior na empresa de segurança Sophos.

O e-mail vem disfarçado de conteúdo reenviado por algum conhecido do usuário, e alega conter material da agência de notícias AFP. O assunto é: “AFP Photo News: Bloody Photos: Libya dictator Moammar Gadhafi´s Death” (AFP Fotos e Notícias: Fotos sangrentas da morte do Ditador da Líbia Muamam Kadafi).

Após um texto, também em inglês, o usuário se depara com um arquivo em anexo chamado: Bloody Photos_Gadhafi_Death.rar (Fotos sangrentas da morte de Kadafi.rar). 

Quem possui Windows e abrir o anexo coloca o computador em risco, pois a ação cria um arquivo malicioso chamado “Bloody Photos_Gadhafi_DeathGadhafi?rar.scr”.

A Sophos afirma que seus antivírus detectam o malware como Mal/Behav-103.