México resgata carga roubada, mas ladrões podem morrer pela radiação

As autoridades mexicanas recuperaram todo o material radioativo que havia sido roubado nesta semana

As autoridades mexicanas recuperaram na quinta-feira (5) todo o material radioativo que havia sido roubado na segunda-feira, mas ainda procuram as pessoas que manipularam a carga e colocaram em vigilância uma família que foi exposta à radiação.

"O material estava em uma cápsula de aproximadamente dois centímetros de diâmetro, em processo de ser confinada", informou a secretaria de Governo.

Os agentes de saúde do país informaram que eles devem morrer em breve por causa dos problemas decorrentes da exposição à radiação. 

O material, 60 gramas do isótopo altamente radioativo cobalto 60, estava em um equipamento de teleterapia desativado, transportado em um caminhão que foi roubado na segunda-feira.

O caminhão foi encontrado na quarta-feira, com o contêiner de segurança vazio, mas detectores de radiação conseguiram localizar a quase um quilômetro a presença de cobalto 60, que havia sido retirado do equipamento de teleterapia.

A Comissão Nacional de Segurança Nuclear e Salvaguardas (CNSNS) advertiu que qualquer pessoa que tenha manipulado o material deve estar sentindo os efeitos da radiação, com riscos de morte.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.