Justiça dos EUA usa aviões para espionar smartphones

Usando aviões e torres de telecomunicações falsas, o Departamento de Justiça dos EUA tem acesso a mensagens de texto, fotos e outros dados de smartphones

São Paulo – O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está usando aviões para interceptar sinais de telecomunicações e analisar smartphones nos EUA. A informação foi publicada pelo Wall Street Journal.

A técnica usa aviões para sobrevoar cidades e localizar suspeitos. Os aviões carregam uma espécie de torre telefônica falsa. Ela é capaz de analisar centenas de telefones simultaneamente.

De acordo com pessoas de dentro da operação, enquanto a torre procura pelo suspeito, os celulares de centenas de pessoas inocentes são analisados.

O programa teve início em 2007. Ele usa, ao menos, cinco aeroportos de grandes áreas metropolitanas dos Estados Unidos.

Enquanto o avião (um Cessna) sobrevoa a área, ele vai analisando a localização, as pessoas e o conteúdo armazenado nos aparelhos. O sistema é capaz de encontrar um suspeito e repassar seu local com uma precisão de três metros.

As fontes do WSJ não revelaram qual a frequência ou duração dos voos. Apenas disseram que eles ocorrem “regularmente”.

Aparentemente, nem mesmo smartphones com criptografia podem proteger os usuários. A criptografia presente no iPhone 6 e na nova versão do Android não são suficientes para anular a tecnologia de espionagem.

Isso acontece por causa do falso sinal de comunicação enviado pelo avião. Smartphones e celulares usam a torre com sinal mais forte e próximo como prioridade para conexão.

O equipamento usado na espionagem consegue enganar os aparelhos. Apesar de não ter a melhor conexão, nem ser o mais próximo, os smartphones se conectam a ele.

O foco das investigações é em pessoas que estejam sob investigação do governo e em traficantes de drogas.

Versões mais novas do equipamento são capazes de puxar dos smartphones mensagens de texto, fotos e outros dados armazenados.

O Departamento de Justiça dos EUA não negou nem confirmou a existência do programa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.