Intel fecha acordo para fabricar chips para Altera

Acordo pode ajudar a fabricante de chips a compensar custos de desenvolvimento de novas tecnologias

A Intel fechou um acordo para fabricar chips em nome da Altera, um passo significativo para abrir sua estimada tecnologia de produção a clientes em ampla escala, potencialmente também à Apple.

Compartilhar suas fábricas para clientes estratégicos pode ajudar a maior produtora de chips do mundo a compensar os crescentes custos de desenvolvimento de novas tecnologias e ajudar a manter essas unidades rodando perto da capacidade, à medida que o tradicional negócio de chips para computadores pessoais mostra fraqueza.

A Intel produzirá os chips programáveis da Altera utilizando sua nova tecnologia de transistor trigate de 14 nanômetros, o mais notável acordo desse tipo anunciado até agora pela Intel.

A companhia já anunciou acordos para produzir em nome da Achronix Semiconductor e de outras pequenas produtoras de chips, mas o anúncio de segunda-feira com a Altera, uma das duas principais empresas de chips programáveis, é potencialmente muito maior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também