Tecnologia
Acompanhe:

Criador da 'Família Addams' vai para o Doodle

Se estivesse vivo, Charles Addams estaria completando 100 anos

Google oferece a quem clicar na imagem vários sites com informações sobre autor (Reprodução)

Google oferece a quem clicar na imagem vários sites com informações sobre autor (Reprodução)

D
Da Redação

14 de março de 2012, 13h43

Washington - O Google homenageou neste sábado Charles Addams (1912-1988), criador da sinistra 'Família Addams', por conta do centenário de seu nascimento.

Na página inicial do buscador podem ser vistos alguns personagens como Morticia, Gomez e o tio Chico, intercalados entre as letras do logotipo da companhia, que aparecem em preto e branco.

O Google oferece a quem clicar na imagem vários sites com informação sobre o autor, biografia e desenhos, assim como um link para a Tee and Charles Adams Foundation.

Charles 'Chas' Samuel Addams nasceu em Nova Jersey em 7 de janeiro de 1912, e desde muito novo seu pai lhe encorajou a desenhar e ao longo de sua vida criou mais de 1.300 histórias em quadrinhos.

Seu talento como desenhista o levou, aos 21 anos, à equipe de cartunistas da prestigiada revista 'The New Yorker', onde continuou desenhando até que morreu em 1988, de ataque cardíaco.

Addams era conhecido por seu particular humor negro e seus personagens macabros, assim como por ser o pai da família mais sinistra, mas ao mesmo tempo querida, que teve sua primeira história publicada em 1938.


O tétrico clã inspirou uma série de televisão que fez sucesso nos anos 1960, duas séries de desenhos animados, e três filmes, além de um musical da Broadway.

A série que transformou os desenhos em personagens de carne e osso em 1964 foi exibida durante dois anos no canal 'ABC' e faz parte da história da televisão americana.

Em 1991 o filme 'A Família Addams', protagonizado por Anjelica Huston no papel de Morticia e Raul Julia como Gomez, reviveu o interesse pelos personagens e rendeu duas sequências, em 1993 e 1998.

Em 2010 os Addams chegaram a Broadway em um musical que esteve em cartaz até o último dia 31 de dezembro e contou com a atriz Brooke Shields como Morticia.

O Google começou a usar logotipos personalizados para celebrar datas como Halloween e os Jogos Olímpicos, mas se sofisticou até incluir alguns interativos, como o desenvolvido para homenagear o jogo 'Pac-Man', ou animações como a criada por ocasião do 70º aniversário do nascimento de John Lennon. EFE