Foto de Barack Obama pode se tornar a mais popular do Flickr

Uma foto do presidente americano Barack Obama e sua equipe, capturada na Casa Branca durante o ataque a Osama Bin Laden, pode se tornar a foto mais popular do Flickr

São Paulo -- Uma foto do presidente americano Barack Obama e de sua equipe, capturada na Casa Branca durante a operação que matou Osama Bin Laden no domingo, pode se tornar a foto mais popular do Flickr.

Postada pela própria Casa Branca, a foto mostra o presidente dos EUA, Barack Obama, o vice-presidente, Joe Biden, a secretária de Estado, Hillary Clinton e equipe na "situation room", também conhecida como “sala de crise”.

No total, a imagem acumula 1,8 milhão de visualizações. Até então, a foto mais acessada do serviço é um registro da catarata Nohkalikai, localizada na Índia, com 3 milhões de visualizações. O clique foi publicado em dezembro de 2006 e se tornou uma das primeiras sugestões do Google para quem pesquisa sobre o local.

O que colabora para a alta audiência da foto de Obama é que ela vem sendo divulgada em redes sociais e blogs, geralmente em versões modificadas. Diversas montagens, como todos presentes com o rosto do presidente, circulam na rede fazendo paródia com o registro do momento historio dos Estados Unidos.

Reprodução

A foto oficial de Barack Obama e sua equipe, feita na Casa Branca durante a operação que levou à morte de Osama bin Laden, foi modificada por internautas de várias maneiras

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também