Tecnologia

Ex-CEO da HP esquece de registrar domínio na internet e vira piada nas eleições dos EUA

Ao se candidatar à presidência dos EUA, Carly Fiorina se esqueceu de um pequeno detalhe: comprar domínios de internet com seu nome

Demon sheep (Reprodução)

Demon sheep (Reprodução)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de maio de 2015 às 13h58.

No início dessa semana, a ex-CEO da HP, Carly Fiorina, anunciou que iniciará sua campanha para concorrer à presidência dos Estados Unidos em 2016 pelo partido republicano. No entanto, um pequeno detalhe passou despercebido pela executiva de tecnologia em sua jornada política: registrar todos os domínios de internet com seu nome. E um internauta prontamente se lembrou disso.

Em vez de mostrar informações sobre a campanha de Fiorina, o domínio carlyfiorina.org mostra uma tela escura, com a seguinte frase: “Carly Fiorina falhou em registrar esse domínio. Então, estou usando ele para mostrar quantas pessoas ela demitiu na Hewlett-Packard.”

A mensagem vem seguida de 30 000 emoticons tristes, que simbolizam a quantidade de pessoas que foram dispensadas durante a gestão de Carly na companhia.

Ao final da página, o dono do domínio afirma:

“Ela demitiu 30 000 pessoas. Pessoas com famílias. E o que ela diz que teria feito diferente?

‘Eu teria feito tudo mais rápido’ – Carly Fiorina.”

Já o endereço carlyfiorina.com redireciona o internauta para página oficial da candidatura de Carly Fiorina. No entanto, esse tipo de nome tem baixa relevância em relação a um domínio .ORG e é tão formal quanto uma URL chamada carlyfiorina.ninja.

A executiva também se esqueceu de comprar o nome carlyfiorina.net, outra URL muito desejada na internet, cuja página mostra uma mensagem de "Site em construção".

Ainda não se sabe quem fez a proeza de comprar o domínio com o nome da executiva. Segundo o portal Boingboing.net, o Whois do site – o qual lista os usuários que registram domínios na internet – mostra apenas o nome “Contact Privacy Inc. Customer 01390” para o comprador do endereço .ORG.

O código-fonte do site ainda traz um Easter Egg interessante: além da figura de uma ovelha desenhada em ASCII, o criador da página sugere que o internauta acesse a bonus-page.html para mais diversão.

A página em questão traz uma animação com uma pequena ovelha disponível em um código público no site Codepen, seguida da mensagem “Demonsheep: do not hover” (ovelha do mal, não passe o mouse). Ao passar o mouse sobre a figura, os olhos da ovelha ficam vermelhos.

A relação com a ovelha não é por acaso. Além de ser conhecida pela demissão em massa na HP, a candidata é lembrada pela propaganda chamada “Demon Sheep”, um vídeo veiculado por sua campanha nas eleições para o Senado em 2010 em que ela acusava seu rival republicano de ser uma “ovelha do mal”. Veja a seguir:

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaHPINFOInternetPolíticaServiços

Mais de Tecnologia

Meta negocia comprar 5% da EssilorLuxottica, dona da Ray-Ban que comprou a Supreme, diz WSJ

Meta abre dados do Instagram para estudo do impacto na saúde mental de adolescentes

O que é o Prime Day? Nos EUA, ele deve movimentar US$ 14 bilhões

Elon Musk decide transferir sedes da SpaceX e X para o Texas

Mais na Exame