Este é o hábito mais comum dos brasileiros no WhatsApp

O aplicativo de mensagens é mais usado pelos brasileiros, diz estudo

São Paulo – Os brasileiros usam o aplicativo de mensagens WhatsApp quando estão na cama, prestes a dormir. Segundo uma nova pesquisa feita pela consultoria Croma Insights com 1.400 usuários do aplicativo no Brasil, 65% das pessoas têm esse hábito e metade dos entrevistados disseram usar o WhatsApp logo que acordam. 

A pesquisa mostra que o WhatsApp é o aplicativo mais usado pelos brasileiros, seguido de Facebook e Instagram. As pessoas também costumam acessar o app de mensagens quanto estão comendo sozinhas (47%) e assistindo à televisão (45%). O levantamento aponta, ainda, que o WhatsApp é usado no trabalho por 60% dos entrevistados. O número é três vezes maior do que o e-mail, 20%, segundo os resultados dessa pesquisa.

De acordo com pesquisa realizada pela Opinion Box e pelo Mobile Time com usuários brasileiros de smartphones, em abril de 2019, os aplicativos mais usados no país são os seguintes, do mais usado para o menos usado: WhatsApp; Facebook; Instagram; Google; Google Chrome; Uber; YouTube; e Banco do Brasil. 

Em seu relatório Global Messaging Apps 2019, que analisa o setor de apps mensagens no mundo, a consultoria americana eMarketer afirma que o WhatsApp é um dos aplicativos mais usados no mundo para enviar mensagens em mercados fora dos Estados Unidos. Os principais países onde o aplicativo é popular são Brasil, com 120 milhões de usuários ativos mensalmente. Por isso, faz sentido que os brasileiros vejam mensagens no WhatsApp constantemente. 

O aplicativo também oferece uma versão para empreendedores individuais ou pequenas e médias empresas. Chamado WhatsApp Business, ele permite automatizar tarefas relacionadas ao atendimento de clientes, configurando mensagens de boas-vindas, por exemplo, e também oferece recursos de organização de mensagens (com etiquetas, como no Gmail).

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.