Elon Musk será julgado por tweet polêmico

Em 2018, fundador da Tesla chamou mergulhador que ajudou no resgate das crianças presas em uma caverna da Tailândia de pedófilo

São Paulo – Quem fala o que quer… será julgado por isso. Fundador da Tesla, Elon Musk vai enfrentar julgamento por conta de uma mensagem polêmica postada no Twitter no ano passado. Em julho do ano passado, o empresário sul-africano afirmou que o mergulhador Vernon Unsworth, que auxiliou no resgate de crianças presas em uma caverna da Tailândia, era pedófilo.

Agendada para dezembro, a audiência foi marcada após o juiz Stephen Wilson, do distrito de Los Angeles, nos Estados Unidos, rejeitar os pedidos da defesa de Musk para que as denúncias por difamação fossem desconsideradas.

Para a defesa, as ofensas foram uma resposta aos comentários de Unsworth sobre o plano do empresário de utilizar um mini submarino para entrar na caverna e resgatar as crianças. O mergulhador afirmou que a proposta era apenas um chamariz e o mandou “enfiar o submarino onde machuca”.

Á Bloomberg, os advogados do empresário que também comanda a SpaceX afirmaram que estão “ansiosos para o julgamento” e que entendem que  “enquanto Musk já se desculpou, Unsworth quer prolongar os seus 15 minutos de fama.”

Conhecido por declarações ácidas, Elon Musk vem acumulando problemas por suas mensagens publicadas na internet. Tanto é que o executivo não pode nem mesmo utilizar o Twitter sem que suas publicações sejam revisadas antes de irem ao ar.

No dia 7 de agosto do ano passado, poucas semanas após ofender o mergulhador britânico, Musk mais uma vez chamou a atenção na internet por uma postagem no microblog. Na ocasião, ele escreveu que estava considerando tornar a Tesla privada quando as ações chegassem a 420 dólares cada.

A publicação fez com que Musk se tornasse algo de uma séria investigação da Securities and Exchange Comission (SEC), órgão regulador de mercado dos Estados Unidos. Musk estava sendo acusado de fraude e manipulação do mercado uma vez que a simples mensagem fez com que a companhia ganhasse quase 6,5 bilhões de dólares em um dia na bolsa de valores.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.