Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

DiDi, dona da 99, precifica IPO no topo da faixa e levanta US$ 4 bi

Em IPO feito em velocidade recorde, empresa de apps de transporte deve fazer um dos maiores IPOs da China nos EUA nos últimos anos

A chinesa de apps de transporte DiDi, que controla desde 2017 a 99, fechou o preço inicial de suas ações em 14 dólares, de acordo com fontes de mercado que falaram ao The Wall Street Journal. O valor é o suficiente para que a empresa levante 4 bilhões de dólares na operação e seja avaliada em cerca de 67 bilhões.

A empresa fez um roadshow extremamente rápido: há apenas três dias úteis. De acordo com o WSJ é uma das abordagens de mercado mais velozes dos últimos anos, algo incomum para uma oferta inicial tão vultuosa. A empresa, que é uma das principais competidoras no mercado de corridas pagas, vendeu aos investidores sua presença sólida na China, país em que até 70% da população deve viver em cidades até 2030, com um baixo índice da população detendo carros.

A DiDi planeja ser uma solução completa de mobilidade nesse cenário, capitalizando nas corridas, mas também em outros aspectos do compartilhamento, veículos elétricos e inteligência artificial. Em 2016, a DiDi comprou a divisão chinesa da Uber e abocanhou a fatia de usuários e motoristas cadastrados, se tornando uma potência hegemônica desse mercado na Ásia.

Por causa disso, o IPO é um dos mais esperados da China, e um dos mais aguardados em ações americanas desde que o grupo Alibaba abriu o capital em 2014. Entre os investidores da DiDi estão as holdings Tencent e SoftBank. Segundo informações do WSJ, a DiDi realizou uma estratégia impecável para a abertura de capital, precificando as ações abaixo das expectativas de mercado, que giravam em torno de a empresa poder captar algo entre 5 bilhões e 10 bilhões de dólares com o IPO.

Com a precificação desta terça-feira, as ações da companhia devem começar a ser negociadas no mercado antes do feriado de 4 de julho nos Estados Unidos e antes do aniversário de fundação do Partido Comunista Chinês, que acontece na quinta-feira.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também