Cracker rouba 400 bilhões de fichas virtuais do Facebook

O valor nominal das fichas roubadas por Ashley Mitchell foi estimado em U$S 12 milhões
O cracker escolheu como alvo o jogo online da empresa Zynga, o Texas Hold’em Poker, no Facebook (Getty Images)
O cracker escolheu como alvo o jogo online da empresa Zynga, o Texas Hold’em Poker, no Facebook (Getty Images)
M
Monica CampiPublicado em 04/02/2011 às 16:33.

São Paulo - Um cracker britânico foi julgado culpado por ter roubado mais de 400 bilhões de fichas virtuais de poker em jogo do Facebook. O valor nominal das fichas roubadas por Ashley Mitchell foi estimado em U$S 12 milhões.

Antes de ser preso, Mitchell trocou um terço das fichas por U$S 86 mil. O cracker alegou ser viciado em jogos e admitiu ter escolhido como alvo o jogo online da empresa Zynga, o Texas Hold’em Poker, disponível no Facebook.

O jovem teria, em 2009, se passado por administrador do game de poker da Zynga para obter acesso aos sistemas e conseguir roubar as fichas, afirmou à BBC.

Mitchell usava diversas contas no Facebook para evitar ser identificado. Mas o número de fichas perdidas era muito alto e chamou a atenção da Zynga, que conseguiu localizar o responsável. O usuário foi julgado pela corte britânica e aguarda sentença final sobre seu caso, que pode levá-lo à prisão.