Com vacinação, Google começa a reabrir escritórios nos Estados Unidos

Facebook, Uber e Microsoft já iniciaram o retorno ao presencial; A criadora do Windows e o Google busca modelo misto de trabalho presencial e home office

Há um ano com equipes do mundo todo trabalhando de casa devido à pandemia do novo coronavírus, o Google planeja uma volta gradual aos escritórios dos Estados Unidos nas próximas semanas. O país já aplicou mais de 158 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

O retorno aos escritórios do Google será voluntário a partir das próximas semanas e só em 1º de setembro a companhia deve oficializar o retorno ao trabalho presencial. No entanto, o uso de itens que viraram parte da rotina na pandemia, como máscaras e álcool gel, deve continuar até que a pandemia de covid-19 esteja contida.

A empresa irá permitir o trabalho home, o chamado home office, com mais frequência do que os 14 dias por ano, desde que os trabalhadores se cadastrem para isso.

De acordo com a Bloomberg, o Facebook também planeja uma volta gradual ao trabalho presencial nos EUA, com apenas 10% dos funcionários, inicialmente.

Já a Uber iniciou o retorno ao presencial em 29 de março, com 20% da capacidade, segundo a Reuters.

A Microsoft, assim como o Google, busca um modelo misto entre trabalho remoto e presencial, apesar de ter iniciado o retorno ao escritório também em 29 de março nos EUA. De acordo com o The Verge, o retorno oficial ao escritório será a partir de setembro deste ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também