Com mudança, Sony anuncia que PlayStation 5 será mais veloz

Em transmissão ao vivo, Mark Cerny revela que PlayStation 5 utilizará disco de estado sólido

Em uma transmissão online, o líder de engenharia da Sony, Mark Cerny, divulgou as primeiras especificações técnicas do PlayStation 5, próximo console da linha PlayStation. Entre as principais novidades, está a mudança da memória em HD, utilizada no PlayStation 4, para um disco de estado sólido, chamado de SSD.

De acordo com Cerny, esse foi um dos principais pedidos realizados pelos desenvolvedores de jogos enquanto o PS5 era pensado. A principal diferença entre os dois tipos de disco é a velocidade de carregamento de dados. No caso do PS4, para carregar 1 gigabyte, o tempo necessário era cerca de 20 segundos.

Mas, com o uso do SSD, essa velocidade será “incrivelmente rápida”, segundo Cerny. Ele acrescentou que a velocidade de carregamento será tão rápida que deve ser quase imperceptível para os olhos dos jogadores. Para carregar dois gigabytes, o PS5 demorará cerca de 0,27 segundos.

Ainda de acordo com Cerny, o PlayStation 5 será capaz de carregar 5,5 GB por segundo. Ele acrescentou que essa mudança possibilitará que os desenvolvedores de jogos sejam mais criativos, porque permite que invistam em mundos digitais maiores – em termos de expansão.

Cerny adicionou que o console utilizará uma GPU, um microprocessador focado em processamento de gráficos, que será responsável por processar os games do PlayStation 4. Conforme anunciado na transmissão, 100 títulos estarão disponíveis no dia do lançamento do PS5.

O executivo não entrou em detalhes sobre a compatibilidade reversa com os demais consoles – PS1, PS2 e PS3 -, algo que foi apontado, em 2019, como forte rumor. Levando em conta que, até o momento, apenas 100 jogos do PS4 – que não foram anunciados – são compatíveis com o PS5, é possível que a Sony ainda esteja procurando aprimorar a tecnologia. 

Ainda sem data de lançamento, o PlayStation 5 terá como concorrente o Xbox Series X, próximo console da linha Xbox da Microsoft. Ambos os produtos devem ser lançados no segundo semestre de 2020, entre os meses de outubro e dezembro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.