• AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
  • AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
Abra sua conta no BTG

Com deepfake, Kendrick Lamar vira Will Smith e Kanye West em novo clipe

Saiba como funciona a tecnologia
Falso Will Smith: deepfake estão cada vez mais difundidas (YouTube/Kendrik Lamar)
Falso Will Smith: deepfake estão cada vez mais difundidas (YouTube/Kendrik Lamar)
Por André LopesPublicado em 09/05/2022 15:26 | Última atualização em 09/05/2022 15:27Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Nem tudo é o que parece ser e com a tecnologia de deepfake o rapper americano Kendrick Lamar virou Will Smith e Kanye West no videoclipe da canção "The Heart Part 5".

A música é uma das faixas de seu novo álbum, "Mr. Morale & The Big Steppers", a ser lançado na sexta-feira, 13.

No vídeo, Lamar também ganha as feições de O.J. Simpson, o ex-jogador de futebol americano acusado de matar sua ex-mulher.

Como funciona uma deepfake

O recurso que possibilitou a presença de tais figuras ilustres no clipe é um trunfo da deepfake, que consiste em recriar digitalmente, através de programas com inteligência artificial, os traços físicos de uma pessoa, a depender do nível, recriando voz, gestos e expressões faciais.​

O uso de deepfakes se popularizou com vídeos falsos de celebridades, e apps com intuito humorísticos, em jogos eletrônicos, e no cinema, uma vez que a tecnologia permite, por exemplo, colocar o rosto de um ator famoso no corpo de um dublê.