Tecnologia

Cadeira para exercitar corpo e mente é exibida na Alemanha

O objeto possui sensores que registram informações do usuário, como peso e pressão, a partir das quais adota diferentes modos de exercícios


	Bandeira da CeBIT, a maior feira de tecnologia, que acontece em Hanover, na Alemanha: o salão de alta tecnologia estará aberto até 9 de março, e atraiu 4.100 expositores
 (Fabrizio Bensch/Reuters)

Bandeira da CeBIT, a maior feira de tecnologia, que acontece em Hanover, na Alemanha: o salão de alta tecnologia estará aberto até 9 de março, e atraiu 4.100 expositores (Fabrizio Bensch/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 6 de março de 2013 às 09h37.

Hanover - À primeira vista, não é mais do que uma cadeira confortável, perfeita para assistir à TV. No entanto, trata-se de uma tentativa sofisticada, que permite que as pessoas mais velhas exercitem o corpo e a mente.

A cadeira, exposta na feira de alta tecnologia CeBIT, em Hannover (norte da Alemanha), possui sensores que registram o peso, a pressão sanguínea e o pulso do usuário. A partir daí, e ao longo de um período, constrói uma base de dados biométrica.

Se a cadeira registra um aumento de peso, adota o modo "fitness" e propõe uma série de exercícios.

Assim, a cadeira se comporta como um barco e permite ao usuário remar por uma corrente que aparece em uma grande tela.

"Inclusive neste modo, os sensores registram todos os sinais vitais, e o monitor de saúde observa se a pessoa não está fazendo os exercícios adequadamente", explica Sven Feilner, do Instituto Fraunhofer.

Os usuários podem estabelecer conexões uns com os outros e organizar uma "corrida", ou simplesmente seguir um programa estabelecido de "fitness", vigiado de perto pela cadeira.

A cadeira também exercita a mente, com um jogo da memória ao qual o usuário responde modificando sua postura.

"Tentamos fazer com que as pessoas sejam mais ativas, sobretudo nossa população, que é cada vez mais velha", explicou o chefe do projeto, Matthias Struck.

A equipe de Struck está trabalhando para comercializar o modelo de cadeira dentro de "um ano, ou talvez dois", segundo ele.

Quanto ao valor, Struck adiantou que as cadeiras serão caras, e estima seu preço entre 4 e 6 mil euros, pelo menos.

O salão de alta tecnologia CeBIT estará aberto em Hannover até 9 de março, e atraiu 4.100 expositores de 70 países.

Acompanhe tudo sobre:AlemanhaCeBITEuropaPaíses ricos

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame