• AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
  • AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
Abra sua conta no BTG

Google Play cria aba de apps para crianças selecionados por educadores

O novo recurso tem a intenção de ajudar os pais na tarefa de escolher aplicativos e jogos apropriados para os seus filhos
Para realizar a curadoria o Google se associou a especialistas acadêmicos e professores de diversos países, incluindo educadores brasileiros (Reprodução/Google)
Para realizar a curadoria o Google se associou a especialistas acadêmicos e professores de diversos países, incluindo educadores brasileiros (Reprodução/Google)
Por André LopesPublicado em 15/06/2021 10:59 | Última atualização em 15/06/2021 10:36Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Google Play revelou mudanças na maneira como separa os aplicativos destinados às crianças em sua plataforma nesta terça-feira, 15.

Em uma tentativa de tornar mais fácil para os pais escolherem os apps apropriados para seus filhos, foi criada uma aba dedicada a aplicativos e jogos avaliados e aprovados por educadores.

Intitulada “Crianças”, para a nova guia foram levados em consideração fatores como: adequação à idade, qualidade da experiência, aprendizado, exposição de publicidade e adequação de conteúdo.

Mais de 100 aplicativos já foram movidos para lá, como os brasileiros Bob Zoom, Pequerruchos e Puzzloo. A seção conta também com informações explicando os motivos da recomendação, mostrando aos pais por que aqueles apps são adequados para os seus filhos.

Segundo a pesquisa ‘Crianças e Smartphones no Brasil’, realizada pela Mobile Time, atualmente 95% dos pequenos na faixa etária de 10 a 12 anos têm acesso a aparelhos móveis, seja próprio ou dos pais. O aumento no uso desses aparelhos é tema de discussão entre os pais: mais de 90% deles afirmam que se preocupam em controlar o que os filhos fazem e acessam nos celulares.

"O anúncio de hoje não seria possível sem os professores que, nos últimos anos, vêm trabalhando em estreita colaboração conosco para selecionar aplicativos que possam ajudar as crianças a se desenvolver, crescer e se divertir", comenta Maia Mau, Head de Marketing do Google Play para a  América Latina.

Para acessar a novidade, basta acessar o Google Play - de qualquer smartphone ou tablet Android - , clicar na aba ‘Crianças’ e encontrar uma série de indicações de aplicativos com o selo 'Aprovado por Professores’. Já os assinantes do Google Play Pass podem encontrar os apps selecionados na seção ‘Aplicativos e Jogos para Crianças’. Para definir regras digitais básicas para os filhos, como limites de tempo de uso, confira o aplicativo Family Link.

  • Quer saber tudo sobre tecnologia? Assine a EXAME e fique por dentro.

Veja Também

Apps de cripto lideram em engajamento na América Latina
Future of Money
Há 5 dias • 2 min de leitura

Apps de cripto lideram em engajamento na América Latina

Google rejeita ação movida por dono do Tinder
Tecnologia
Há 6 dias • 2 min de leitura

Google rejeita ação movida por dono do Tinder

Sweatcoin: conheça o app que paga para você andar
Pop
Há uma semana • 2 min de leitura

Sweatcoin: conheça o app que paga para você andar

De olho na Web3, Google cria time para ajudar desenvolvedores blockchain
Future of Money
Há uma semana • 2 min de leitura

De olho na Web3, Google cria time para ajudar desenvolvedores blockchain