Apple reclama de androidização do Instagram

Phil Schiller, executivo da Apple, acredita que com a chegada do aplicativo ao Android sua qualidade poderá cair muito

São Paulo – O vice-presidente de marketing da Apple, Phil Schiller, não está contente com o crescimento do Instagram dentro da plataforma Android.

Em conversa com o entusiasta da maçã e blogueiro Clayton Braasch, Schiller afirmou que o Instagram “pulou o tubarão”. Nos Estados Unidos, a expressão “jump the shark” é usada para apontar o momento quando um programa de televisão começa a cair de qualidade.

Questionado por Braasch sobre o que exatamente ele gostaria de dizer, Schiller explicou: “O Instagram é um grande aplicativo e comunidade. Isso não mudou. Mas uma das coisas que eu realmente gostava é que ele era uma comunidade pequena de early adopters para o compartilhamento de fotos. Agora que tem crescido, a relação é diferente. Não que isso seja bom ou ruim. Eu apenas preferia o modelo antigo”, afirmou.

Antes entusiasta, Schiller excluiu sua conta do serviço.

Schiller não é o único a ficar descontente com o atual momento do Instagram. O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, que almejava comprar a empresa, também parou de atualizar sua conta após o anúncio de aquisição feito pelo Facebook.

Para o blogueiro Braasch, Schiller está demonstrando seus sentimentos de fã. “Ele cometeu um erro de digitação no e-mail (escreveu "crescer" em vez de "crescido"). É bom ver que os executivos da Apple ainda são humanos e não se tornaram robôs dependentes da ferramenta de autocorreção”, escreveu.

A compra do Instagram foi anunciada pelo Facebook no último dia 9 pelo valor de 1 bilhão de dólares. Segundo o The Wall Street Journal, Mark Zuckerberg negociou sozinho a aquisição sem consultar o conselho da empresa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também