Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

5 razões para comprar um Apple Watch e 6 para não comprar

Um resumo dos motivos para comprar e para não comprar o Apple Watch, o relógio inteligente da Apple

São Paulo -- O Apple Watch, revelado na semana passada, provocou reações variadas. Há quem esteja contando os dias para colocar no pulso o relógio com o logotipo da maçã. E há quem veja o novo gadget da Apple como um brinquedinho bonito, mas totalmente dispensável. 

O relógio funciona conectado, via Bluetooth, a um iPhone 5 ou mais recente. Vai chegar às lojas no início de 2015 nos Estados Unidos e em outros países, com preço começando em 349 dólaers. Ainda não sabemos quando será vendido no Brasil.

Veja um resumo dos motivos para comprar e para não comprar um Apple Watch.

5 razões para comprar um Apple Watch

1 – Saúde

O Apple Watch vai monitorar atividades físicas  e será possível visualizar os dados no smartphone sem complicações. A sincronização de dados é automática. Isso pode ser um estímulo a mais para se manter fisicamente ativo.

2 – Pagamentos

Como o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, o Apple Watch tem conexão NFC e poderá ser usado como carteira digital para pagamentos. 

Para pagar, bastará aproximar o dispositivo de um terminal (algo que já é possível com smartphones avançados de outras marcas). Isso pode ser mais prático do que ficar carregando cartões de crédito e de débito.

3 – Vibrações

O Apple Watch tem um sistema de alerta por vibração. Pode ser uma maneira discreta de você ser avisado sobre algo durante uma reunião. O dispositivo poderá vibrar de formas variadas. É como ter diversos “ring tones” de celular, mas silenciosos.

4 – Apps inovadores

É só uma questão de tempo até que apareçam apps inovadores para o Apple Watch e seus diversos sensores. Ele poderá controlar outros aparelhos e funcionar como controle para jogos no estilo do Wii, por exemplo.

5 – Visual fashion

A Apple caprichou no visual do Apple Watch. Há três modelos com diferentes materiais de acabamento – alumínio, aço e ouro. O relógio vai ser oferecido em dois tamanhos. E haverá pulseiras intercambiáveis que podem combinar com a roupa e com a ocasião.

Você também vai poder escolher o desenho do mostrador ao exibir as horas. É a perfeita peça de moda high-tech. 

6 razões para não comprar um Apple Watch

1 – Seu smartphone é suficiente

O smartphone faz quase tudo que o Apple Watch faz. Para usar o relógio, você terá de ter um iPhone 5 ou mais recente por perto. O relógio funciona de forma muito limitada sem o smartphone. Então, por que não usar só o smartphone? Você só terá o trabalho de tirá-lo do bolso quando quiser interagir com ele.

2 – A bateria dura pouco

A Apple diz que o Apple Watch pode trabalhar um dia inteiro sem recarga da bateria. Isso significa que o usuário terá de recarregá-lo todas as noites. Se esquecer disso, nada de Apple Watch no dia seguinte. Será uma obrigação a mais no dia a dia.

3 – O Watch 2 será muito melhor

O primeiro modelo de uma família de produtos tende a ter deficiências que serão corrigidas na segunda versão. Foi assim com o primeiro iPhone, que não tinha conexão 3G e nem GPS (itens que já existiam em outros smartphones na época). 

Já o primeiro iPad não tinha câmeras e nem sensores como o giroscópio. Tanto no caso do iPhone como no do iPad, quem esperou para comprar a segunda versão adquiriu um produto muito melhor. É provável que aconteça a mesma coisa com o Apple Watch.

4 – Pode atrapalhar sua concentração

O Apple Watch vai exibir mensagens do WhatsApp, notificações do Facebook e outros alertas em seu pulso. Para muitas pessoas, isso pode prejudicar a concentração no trabalho ou no estudo. 

É claro que você pode desabilitar as notificações durante uma reunião ou um almoço de negócios. Mas é provável que acabe se esquecendo de fazer isso algumas vezes. Então, vai ser mais um aparelhinho interrompendo as conversas.

E o relógio ainda pode distraí-lo enquanto você estiver dirigindo, criando risco de acidente.

5 – Ele não sabe nadar

A Apple diz que o Apple Watch é resistente à água, mas não é à prova d’água. Ele deve sobreviver a respingos ocasionais. Mas você não vai poder nadar com ele, nem praticar surf ou outro esporte aquático. É uma deficiência significativa num relógio que se propõe monitorar atividades esportivas.

6 – Ele não é barato

O preço do Apple Watch começa em 349 dólares nos Estados Unidos. Quando chegar às lojas brasileiras, não deve custar menos de 1.500 reais. E isso vale para o modelo mais simples. Quem quiser ter as opções mais sofisticadas de acabamento vai gastar mais. 

O smartphone é um objeto indispensável para a maioria das pessoas. Já o relógio inteligente é, por enquanto, supérfluo. E, considerando a evolução da tecnologia, ele vai ficar obsoleto com rapidez. Então, vale a pena gastar esse dinheiro? A resposta depende de cada um, é claro.

(Na primeira versão deste texto, dissemos que o Apple Watch não entende português. Mas isso mudou com a incorporação do português ao recurso de ditado do iOS e à assistente falante Siri. Atualizamos o texto considerando isso)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também