Banco cria plataforma que facilita transferências e racha contas

Com a Superdigital, do Santander, será possível pedir dinheiro e receber recursos de pessoas que têm contas em outros bancos via chat

São Paulo – A fintech Superdigital, comprada pelo Santander no ano passado, lançou nesta terça-feira (9) uma nova plataforma que permite aos usuários rachar a conta no restaurante com amigos e familiares ou criar um grupo de “vaquinha”, por exemplo, usando um chat semelhante ao WhatsApp.

A ferramenta, que leva o nome da empresa, é um relançamento da ContaSuper, conta digital do banco ligada a um cartão pré-pago. A diferença é que, agora, a plataforma tem um novo aplicativo, mais intuitivo e semelhante ao do Nubank.

Além disso, as trocas financeiras feitas via app passaram a ser integradas a outros bancos. Antes, o envio e o recebimento de dinheiro entre amigos e familiares eram feitos apenas entre usuários da plataforma.

Para receber e pedir dinheiro a pessoas que não estão no app, basta digitar os dados do contato e optar por notificá-lo por algum serviço de mensagens, como WhatsApp ou Facebook Messenger.

Quem receber a mensagem vai conseguir transferir normalmente, de qualquer banco, o dinheiro para a conta do usuário na Superdigital, como se fosse uma conta corrente comum em uma instituição financeira.

O objetivo da nova plataforma, diz o CEO da Superdigital, Ezequiel Archipretre, é descomplicar as trocas financeiras e torná-las mais digitais. “Queremos acabar com a burocracia e complexidade dessas operações”. O público alvo da ferramenta são pessoas de 25 a 35 anos.

Além de realizar transferências e criar grupos para dividir contas, a Superdigital também permite carregar bilhete de ônibus (funcionalidade válida para São Paulo), carregar créditos no celular, fazer o câmbio de dez moedas, pagar impostos, entre outras funcionalidades.

Para ter acesso a todas as operações, é necessário pagar uma mensalidade de 7,90 reais a 11,90 reais por mês. A primeira taxa vale para contas individuais, enquanto a segunda é válida para contas familiares, nas quais é possível adicionar até três pessoas que poderão realizar transações pela plataforma. A taxa inclui um cartão pré-pago na conta individual e quatro cartões na conta familiar, que permitem realizar saques em caixas 24h.

Além da mensalidade, o usuário da plataforma somente paga duas tarifas: caso realize transferências de dinheiro para pessoas com contas em outros bancos (5,90 reais por operação) e caso faça saques em caixas eletrônicos (4,90 reais por operação).

Quem quiser experimentar o serviço, pode baixar o app no celular e usar todas as funcionalidades sem pagar mensalidade, desde que não movimente mais do que 200 reais por mês —para movimentar valores maiores será preciso aderir a um dos planos mensais (familiar ou individual).

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.