• AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
  • AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
Abra sua conta no BTG

Como os brasileiros estão mudando sua relação com os espumantes

Novo momento impulsiona setor e deve ser comemorado
 (Exame/Catarina Bessell)
(Exame/Catarina Bessell)
Por Fabiano RuizPublicado em 14/04/2022 05:12 | Última atualização em 13/04/2022 19:46Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Até pouco tempo atrás, as bebidas borbulhantes servidas em taças flûte eram lembradas somente em datas festivas e celebrações, tendo consumo representativo nessa época em comparação a outros momentos. Aos poucos, porém, estamos vendo uma mudança no hábito de consumo do brasileiro, que tem trazido essa proposta para o dia a dia de forma cada vez mais recorrente e natural.

Newsletter Exame Casual: As notícias mais quentes pra você ficar antenado antes de todo mundo! Inscreva-se.

O aumento das vendas de vinhos no Brasil nos últimos dois anos é notável. Também impressiona perceber a atenção que os brancos, rosés e espumantes têm recebido recentemente. As temperaturas locais apresentam clima bastante propício para beber vinhos mais leves e refrescantes, mas até o momento não eram a preferência da maior parte dos brasileiros. O consumo de tinto, mesmo ligado à ideia de climas mais frios, ainda é o estilo mais procurado pelo consumidor de modo geral.

Aos poucos uma nova geração de consumidores menos presos às tradições vem abrindo um leque de oportunidades no mundo dos vinhos, e não nos surpreendemos mais quando vemos espumantes acompanhando um bom jantar, homens que têm preferências por brancos e rosés, ou até pessoas substituindo a sobremesa por uma taça de vinho adocicado.

Se o brasileiro está amadurecendo seu paladar em relação aos vinhos, o momento é propício para envolvê-lo com novas propostas de sabores e harmonizações. A alta qualidade dos produtos nacionais e o fácil acesso aos importados, que continuam sendo muito procurados, contribuem para a ampliação do consumo da bebida no Brasil. 

Essa quebra de paradigmas do consumidor brasileiro merece a nossa atenção e é muito bem-vinda, pois representa um novo momento que traz outras possibilidades para continuarmos a proporcionar brindes ainda mais especiais.  

(Divulgação/Divulgação)