Os melhores SPAs para fugir da ansiedade

As novidades dos spas dentro e fora das metrópoles para uma época na qual a ansiedade tomou conta de tudo
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
D
Daniel SallesPublicado em 12/02/2021 às 08:00.

→ Unique Garden |  Mairiporã, SP

Nos arredores do Parque Estadual da Cantareira, em São Paulo — fica a 50 quilômetros da capital —, virou o ano com dois novos chalés, ambos com piscina exclusiva. A arquitetura é tão arrojada como a dos 27 chalés mais antigos. Pudera: quem assina as edificações do Unique Garden é o arquiteto Ruy Ohtake, de cuja prancheta também saiu o hotel Unique, em São Paulo, que as más línguas associam a uma gigantesca melancia e pertence aos mesmos donos — falamos da família de Victor Siaulys (1936-2009), fundador do laboratório Aché.

Cansaço? Estafa? Burnout? Faça da pandemia uma oportunidade de reset mental

A reforma da sinuosa piscina coletiva e a do maior chalé de todos, com direito a 480 metros quadrados de área e teto de vidro, são outras novidades recentes. Inserido em um terreno de 300.000 metros quadrados, o hotel deve muito à exuberante natureza que o cerca. É ela, em boa parte, a responsável pela imediata sensação de bem-estar a que os visitantes são acometidos assim que desembarcam.

Batizado de Pandora, o spa ganhou fama pela chamada terapia sonora, ministrada sobre uma maca cuja parte de baixo sustenta cordas musicais, dedilhadas pelas terapeutas — é a vibração que induz ao relaxamento. Outro tratamento combina drenagem linfática corporal com massagem facial feita com trouxinhas de ervas. Já a esfoliação restaurativa se vale da argila e da sauna a vapor. 

Diárias a partir de 2.170 reais e tratamentos a partir de 260 reais

uniquegarden.com.br


→ Rituaali | Penedo, RJ

O Rituaali visto do alto: foco na ansiedade e no estresse (Divulgação)

Na consulta inicial, um teraupeuta cognitivo-comportamental prescreve a cada visitante um dos quatro programas oferecidos. O alvo de um deles é o estresse crônico, que também pode ser motivado por pressões emocionais, o de outro são as dores físicas, outro se encarrega do sobrepeso e o último — o que mais tem sido procurado, por motivos óbvios — mira o estresse em geral e a ansiedade. Fica nos arredores de Penedo, a 180 quilômetros do Rio de Janeiro. Atenção: comida apenas vegana, porém fora da curva.

Os pacotes de quatro noites, a permanência mínima, custam a partir de R$ 6.360 por pessoa.

rituaali.com.br


→ Kurotel | Gramado, RS

Nos arredores de Gramado, na Serra Gaúcha, o spa tem investido em conteúdos digitais para ajudar a clientela a não descuidar da saúde à distância. Os hóspedes se entretêm com uma piscina a céu aberto e outra coberta, duas saunas, massagens diversas e tratamentos como esfoliação com sal marinho.

O chamado circuito das águas inclui três banhos terapêuticos, piscina com hidromassagem, sauna, aplicação de gelo sobre o corpo e chuveirada numa ducha que jorra uma espuma hidratante de uva. Gerida por seis médicos, a clínica oferece exames variados.

Os pacotes de duas noites, a permanência mínima, custam a partir de R$ 2.212 por pessoa.

kurotel.com.br


→ Aigai | São Paulo, SP

A piscina do Aigai: opção sofisticada na capital paulista (Divulgação/Divulgação)

A poucas quadras da Praça Pôr do Sol, no Alto de Pinheiros, em São Paulo, o spa ocupa, seguramente, o imóvel mais bonito da rua (talvez da região). Projetada pelo arquiteto Mario Figueroa, a construção ostenta, do lado de fora, um painel de azulejos pintado à mão, um jardim vertical que dobra a esquina e uma rampa flutuante sobre um espelho d’água.

As paredes são de concreto aparente, inclusive as internas, em geral combinadas a elementos vazados. Iniciativa da empresária Fernanda Pinazo, o Aigai dispõe de seis caprichadas salas de massagem, com direito a área externa, banheira e jardim vertical. Antes e depois dos tratamentos, a clientela pode matar o tempo à beira (ou dentro) de uma piscina climatizada e ainda há um jardim de inverno. O andar de cima é reservado para grupos de até seis pessoas.   

Temperatura aferida na porta, os visitantes são recepcionados com um escalda-pés. Em seguida, são convidados a degustar um chá enquanto escolhem o blend de óleos essenciais que preferem para a massagem — no novo normal, é o único momento no qual são autorizados a tirar a máscara. Um dos tratamentos se vale de pedras vulcânicas aquecidas, dispostas e também friccionadas sobre o corpo.

No ashiatsu as massoterapeutas se apoiam em barras suspensas para pressionar o corpo da clientela com os pés. Carvão e parafina aquecida são os ingredientes utilizados no tratamento destinado às mãos e aos pés.

Massagens a partir de 230 reais.

aigaispa.com.br