Quando foi o último eclipse solar no Brasil? Fenômeno de sábado será histórico para o país

Eclipses solares acontecem toda vez que a Lua entra na frente do Sol, projetando assim uma sombra na superfície terrestre

Há quase 30 anos o Brasil não via um eclipse solar anular ou total (Drew Rae/Freepik)
Há quase 30 anos o Brasil não via um eclipse solar anular ou total (Drew Rae/Freepik)
Luiza Vilela
Luiza Vilela

Repórter de POP e Redatora da Homepage

Publicado em 13 de outubro de 2023 às 18h11.

Última atualização em 13 de outubro de 2023 às 18h21.

Um dos eventos astronômicos mais esperados de 2023 está mais próximo do que nunca: neste sábado haverá um eclipse anular do Sol, visível de todo o Brasil. O fenômeno é raro e será o maior do ano.

Eclipses solares acontecem toda vez que a Lua entra na frente do Sol, projetando assim uma sombra na superfície terrestre. Nesses casos, a luz do Sol também fica bloqueada naquele ponto específico. São classificados de quatro maneiras:

  • Parciais: quando se enxerga uma "mancha" (a Lua) no Sol, próximo das bordas a bola de fogo;
  • Anulares: quando a Lua tampa quase toda a extensão do Sol, e forma uma espécie de "Anel de Fogo" no céu;
  • Total: quando a Lua tampa totalmente o Sol;
  • Híbrido: em um mesmo evento, o eclipse pode ser visto como anular ou total.

Quando foi o último eclipse solar no Brasil?

Há quase 30 anos o Brasil não via um eclipse solar anular ou total, mas o país já passou, nos últimos anos, por eclipses solares parciais. O último eclipse solar anular aconteceu por aqui em 24 de abril de 1995. Um eclipse total do Sol, no entanto, aconteceu somente em 3 de novembro de 1994.

Eclipses parciais do Sol, por outro lado, acontecem com mais frequência. O último, por exemplo, foi em 2020.

Quando será o próximo eclipse anular do Sol no Brasil?

Depois do eclipse deste sábado, 14, a próxima oportunidade de observar o fenômeno será só em 2024, no dia 2 de outubro. Será visível sobretudo pelos estados do Sul e Sudeste.

Tudo o que você precisa saber sobre o eclipse de sábado

Como observar o eclipse solar com segurança?

Eclipses solares acontecem quando o Sol ainda está iluminando a Terra. Observá-los sem o uso de equipamentos para proteção dos olhos pode ser muito nocivo — capaz de cegar.

E vale destacar que um simples óculos de Sol, ainda que tenha uma lente com muita qualidade, não protege os olhos dos raios solares. Existem três formas de observar o fenômeno em segurança:

  1. Telescópio com filtro adequado para observação solar;
  2. “Óculos para eclipse solar”, normalmente vendidos em lojas especialistas em produtos astronômicos;
  3. Vidros de soldador número 14 ou superior.

Pode observar o eclipse solar com óculos de Sol?

Embora sejam produzidos para proteger a retina dos raios UV, os óculos de sol não foram feitos para olhar diretamente para o astro rei do nosso sistema solar. A luz direta contra a retina pode causar danos severos à saúde dos olhos e, caso a observação do eclipse seja feita sem proteção, pode levar à cegueira.

O mesmo vale para filmes negativos de fotografia e "chapas" de raio X.

Mas apesar de ser um evento incomum no céu, é preciso lembrar que a observação de eclipses solares deve ser feita com cautela e com equipamentos de segurança, posto que olhar para o Sol pode ser muito prejudicial para os olhos. 

Acompanhe tudo sobre:EclipsesSolLuaAstronomia

Mais de Pop

Davi ganha homenagem em telão da Times Square; veja

'Bridgerton': elenco da 3ª temporada fará turnê mundial, com passagem pelo Brasil

Marília Mendonça bate recorde e se torna 1ª brasileira a atingir 10 bi de streams no Spotify

Mais na Exame