Morre a jornalista Susana Naspolini, de 49 anos

A repórter lutava contra um câncer na bacia, já em fase de metástase, e estava internada em São Paulo
Susana Naspolini era repórter da Globo desde 2002 (Susana Naspolini/Reprodução/Instagram)
Susana Naspolini era repórter da Globo desde 2002 (Susana Naspolini/Reprodução/Instagram)
L
Luiza Vilela

Publicado em 25/10/2022 às 21:25.

Última atualização em 25/10/2022 às 21:56.

A repórter da TV Globo no Rio de Janeiro, Susana Naspolini, de 49 anos, morreu nesta terça-feira, 25, em decorrência de um câncer na bacia, já em fase de metástase. A notícia foi anunciada pela filha da jornalista, Julia, via Instagram.

"Oi, amigos, Julia aqui. É com o coração doendo que venho contar pra vocês que a mamãe não está mais com a gente. Ela lutou muito, nossa guerreira! Agradeço muito pelas orações, muito mesmo, muito obrigada, mas infelizmente não deu", publicou.

 

A jornalista estava internada na capital paulista no Hospital Albert Einstein há uma semana, fazendo tratamento com quimioterapia. O câncer, em etapa de metástase — quando a doença se espalha por todo o organismo —, era bastante grave.

Essa não foi a primeira vez que Naspolini lidou com um câncer. A jornalista tratou um linfoma em 1991, aos 18 anos. Mais tarde, em 2010, ela lutou contra um tumor maligno no seio e, no mesmo ano, mais um na tireoide. Em 2016, teve outro câncer de mama e agora, em 2022, tentou vencer a luta com o câncer na bacia.

Quem é Susana Naspolini?

Com uma carreira consolidada na televisão, Naspolini era repórter da TV Globo para o Rio de Janeiro desde 2002 e ganhou popularidade por conversar com moradores da cidade fluminense de forma divertida, além de cobrar as autoridades para os problemas da capital.

Nas reportagens, ela interagia com os cidadãos, criava cenas para revelar problemas estruturais da cidade do Rio de Janeiro e aparecia com frequência no Jornal Nacional.

"É o meu jeito de trabalhar, podem ou não gostar. Sou muito feliz fazendo, me sinto em casa. No outro dia, minha filha falou: ‘Mãe, sua blusa estava toda suada’. Respondi: 'Filha, estava gravando em Bangu, meio-dia, não vai ter suor?'. Tem suor, tem o cafezinho; se eu tiver andando e tropeçar, vai entrar o tropeço; se eu sentar na calçada pra falar com alguém, vai mostrar; ah, esse ângulo tem mais sol do que o outro? Não tem problema, é ali que a gente está", disse a jornalista em uma entrevista para o Memória Globo, publicada no G1.

Em junho de 2019, ela publicou o livro “Eu Escolho Ser Feliz”, autobiografia na qual conta sua luta contra o câncer e a raiz do otimismo para seguir em frente.

Susana Naspolini nasceu em 1972, na cidade de Criciúma, Santa Catarina. Ela deixa Julia, filha de 16 anos.