Pop

Gravações da última temporada de Stranger Things são paralisadas; entenda

O anúncio foi realizado no Twitter pelos co-criadores da série, Matt Duffer e Ross Duffer, conhecidos como irmãos Duffer

A série Stranger Things, da Netflix: conteúdo sob demanda influenciou o mercado de jogos (Divulgação/Divulgação)

A série Stranger Things, da Netflix: conteúdo sob demanda influenciou o mercado de jogos (Divulgação/Divulgação)

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 7 de maio de 2023 às 16h30.

As gravações da última temporada da série da Netflix "Stranger Things" foram interrompidas nesse final de semana. O anúncio foi realizado no Twitter pelos co-criadores da série, Matt Duffer e Ross Duffer, conhecidos como irmãos Duffer. O motivo da paralisação é a grave dos roteiristas de cinema e televisão de Hollywood, que começou na última terça-feira, 2. 

“Duffers aqui. A escrita não para quando as filmagens começam. Embora estejamos ansiosos para iniciar a produção com nosso incrível elenco e equipe, não é possível durante esta greve”, informaram. Os irmãos afirmaram que esperam que um acordo justo seja alcançado para que todos voltem ao trabalho.

Por que os roteiristas de Hollywood estão de greve?

Os mais de 11 mil roteiristas de cinema e televisão de Hollywood entraram em greve pela primeira vez em 15 anos após as negociações por aumentos salariais com estúdios não avançarem. A decisão de cruzar os braços foi aprovada pelo Sindicato dos Roteiristas da América no mês de abril. 

O principal argumento da categoria para pedir reajustes maiores é o streaming. Com temporadas mais curtas, os pagamentos para os trabalhadores são menores.

"As respostas dos estúdios às nossas propostas foram totalmente insuficientes, dada a crise existencial que os escritores estão enfrentando", afirma um comunicado publicado pelo sindicado.

Outra revindicação dos roteiristas é que os estúdios prometam que não vão usar inteligência artificial para criar roteiros com base em trabalhos anteriores.

Em 2008, uma paralisação de 100 doas custou mais de US$ 2 bilhões à economia da Califórnia e afetou a produção de filmes, séries e programas de TV.

Outras séries paralisadas por conta da greve

Segundo o portal americano Variety, outros sucesso da Netflix, como Cobra Kai e Big Mouth, enfrentam pausas na produção por conta da greve dos roteiristas. O filme Blade, da Marvel Studios, a série Billions, e programas de TV de grande audiência da TV americana também estão paralisados.

Acompanhe tudo sobre:NetflixHollywoodFilmesSéries

Mais de Pop

Jovem é aprovada em 231 universidades e recebe R$ 75 milhões em bolsas de estudo nos EUA

Filme com Brad Pitt sobre Fórmula 1 pode ser um dos mais caros da história

'Duna 2' chega ao streaming em maio; veja data e como ver online

'The Last of Us': Max libera primeiras fotos de Joel e Ellie na 2ª temporada; veja imagens

Mais na Exame