Entidade mundial procura superdotados no Brasil; veja quem pode participar

Testes de QI serão feitos em 13 cidades, como São Paulo, Campinas (SP) e Rio de Janeiro; Brasil conta com 2 mil superinteligentes, segundo associação
Entidade mundial procura superdotados no Brasil (getty images/Getty Images)
Entidade mundial procura superdotados no Brasil (getty images/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 26/07/2022 às 10:02.

Última atualização em 26/07/2022 às 11:50.

A Mensa International, entidade fundada em 1946 no Reino Unido com o objetivo de reunir pessoas com QI acima da média e auxiliar seu desenvolvimento, irá promover uma rodade de testes de admissão no dia 30 em 13 cidades brasileiras. A seleção será feita em São Paulo, Araraquara (SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília, Campinas (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São José dos Campos (SP).

Para participar, é necessário ter 17 anos ou mais e ser estudante universitário ou já ter se formado no ensino superior. Deverão ser realizados uma série de testes para avaliar o QI dos participantes.

O Brasil conta com 2 mil pessoas consideradas superinteligentes, segundo a Mensa. O estado de São Paulo lidera o ranking, com 984 superdotados. Em seguida, vem Rio de Janeiro (229), o Distrito Federal (135), Paraná (134) e Rio Grande do Sul (94).

"Cerca de 2% dos habitantes do país podem apresentar sinais de altas habilidades, com um QI muito acima da média. Mas ainda não há um mapeamento abrangente e faltam políticas públicas para apoiar essas pessoas”, diz Rodrigo Sauaia, presidente da Mensa Brasil, afiliada da Mensa International.

Em média, a população brasileira apresenta QI de 100 pontos, com variação de 15 pontos para mais ou para menos, segundo a entidade. Pessoas com altas habilidades apresentam QI bem acima dessa média.

Veja também: