Johnny Depp e Amber Heard se pronunciam após fim de julgamento por difamação

Minutos após o veredicto do júri, os dois publicaram comunicados oficiais em suas redes sociais; leia as mensagens na íntegra
 (Michael REYNOLDS / POOL / AFP / montagem/Getty Images)
(Michael REYNOLDS / POOL / AFP / montagem/Getty Images)
L
Laura Pancini

Publicado em 01/06/2022 às 17:02.

Última atualização em 01/06/2022 às 17:16.

Nesta quarta-feira, 1, o júri do processo de difamação entre Johnny Depp e Amber Heard chegou a um veredicto e concluiu que a atriz Amber Heard terá que pagar o ator Johnny Depp uma indenização no valor de U$ 15 milhões.

O grupo concedeu a Depp US$ 10 milhões em danos compensatórios e US$ 5 milhões em danos punitivos. Já a atriz receberá U$ 2 milhões por uma fala dita pelo advogado do ator.

LEIA TAMBÉM: Entenda o que levou a decisão do júri no caso Depp v. Heard

Minutos após a conclusão, Heard foi ao Twitter e postou um comunicado oficial sobre os resultados. Johnny Depp também fez a sua própria publicação no Instagram. Leia as duas mensagens na íntegra:

"A decepção que sinto hoje vai além das palavras. Estou com o coração partido, porque a montanha de evidências ainda não foi suficiente para enfrentar o poder e a influência desproporcionais de meu ex-marido.

Estou ainda mais desapontada com o que esse veredicto significa para outras mulheres. É um retrocesso. Atrasa o relógio para uma época em que uma mulher que se manifesta poderia ser humilhada publicamente. Afasta a ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério.

Acredito que os advogados de Johnny conseguiram fazer com que o júri ignorasse a questão-chave da liberdade de expressão e ignorasse evidências tão conclusivas que vencemos no Reino Unido.

Estou triste por ter perdido este caso. Mas estou ainda mais triste porque pareço ter perdido um direito que pensava ter como americano - de falar livre e abertamente."

Pronunciamento de Johnny Depp

"Há seis anos, minha vida e a vida das pessoas mais próximas a mim, que por muitos anos me apoiaram e acreditaram em mim, mudaram para sempre. Tudo em um piscar de olhos.

Alegações falsas, muito sérias e criminais foram feitas a mim através da mídia, o que desencadeou uma enxurrada interminável de conteúdo odioso, embora nenhuma acusação tenha sido feita contra mim. Elas já haviam viajado ao redor do mundo duas vezes em um nano segundo e tiveram um impacto sísmico na minha vida e na minha carreira.

E seis anos depois, o júri me deu minha vida de volta. Estou verdadeiramente honrado.

Minha decisão de prosseguir com este caso, sabendo muito bem a altura dos obstáculos legais que eu enfrentaria e o inevitável espetáculo mundial em minha vida, só foi tomada após considerável reflexão.

Desde o início, o objetivo de trazer isso era revelar a verdade, independentemente do resultado. Falar a verdade era algo que eu devia aos meus filhos e a todos aqueles que permaneceram firmes em seu apoio a mim. Sinto-me em paz sabendo que finalmente consegui isso.

Espero que minha busca para que a verdade seja dita tenha ajudado outros, homens ou mulheres, que se encontraram na minha situação, e que aqueles que os apoiam nunca desistam. Eu também espero que a posição agora volte a ser inocente até culpado, tanto dentro dos tribunais quanto na mídia.

Desejo reconhecer o nobre trabalho do Juiz, dos jurados, da equipe do tribunal e dos xerifes que sacrificaram seu próprio tempo para chegar a este ponto, e à minha equipe jurídica diligente e inabalável que fez um trabalho extraordinário ao me ajudar a compartilhar a verdade.

O melhor ainda está por vir e um novo capítulo finalmente começou.

A verdade nunca perece."

LEIA TAMBÉM: