M&A nas proptechs: Vivalisto compra Flity e quer triplicar base de corretores de imóveis

A proptech Vivalisto pretende faturar mais de R$ 3 milhões no primeiro ano de operação com a nova plataforma
Jota Baptista (CMO e Sócio da Vivalisto), Eduardo Menegatti (Cofundador e CEO da Vivalisto), Bruno Thomasi (CPO e Sócio da Vivalisto) e Josefer Baptista (Head Administrativo e Sócio da Vivalisto). (Vivalisto/Divulgação)
Jota Baptista (CMO e Sócio da Vivalisto), Eduardo Menegatti (Cofundador e CEO da Vivalisto), Bruno Thomasi (CPO e Sócio da Vivalisto) e Josefer Baptista (Head Administrativo e Sócio da Vivalisto). (Vivalisto/Divulgação)
I
Isabela RovarotoPublicado em 09/08/2022 às 10:00.

A proptech Vivalisto, que oferece uma plataforma com ferramentas de ponta a ponta para corretores de imóveis e pequenas imobiliárias, anuncia nesta terça-feira, 9, a aquisição da Flity, startup que fornece tecnologia para corretores de imóveis se posicionarem no ambiente digital. O grande diferencial da Flity é a oferta de ferramentas e serviços gratuitos. 

Assine a newsletter EMPREENDA, a nova newsletter semanal da EXAME para quem faz acontecer nas empresas brasileiras

Com a aquisição, a proptech supera 20 milhões de reais de valuation e pretende faturar mais de 3 milhões de reais no primeiro ano de operação com a nova plataforma.

Fundada em 2019, a Vivalisto planeja alcançar mais de 10 mil corretores até o final do ano. Para 2023, a expectativa é ter na base mais de 30 mil profissionais ativos.

O que faz a Flity

"A Flity ajuda corretores e pequenas imobiliárias antes do aperto de mão com o cliente; e a Vivalisto depois do aperto de mão". É assim que o CEO Eduardo Menegatti descreve a fusão das proptechs.

Enquanto a Flity desenvolve site, logo e marca para pequenos imobiliárias e corretores, a Vivalisto oferece serviços utilizados no fechamento de um negócio, como assinatura de documentos, análise de cliente, assistência jurídica, entre outros.

A Vivalisto procurava uma startup para oferecer mais eficiência comercial para seus clientes e conseguir aumentar sua capilaridade. Ao conhecer a Flity, fundada em 2020, ambos tinham o mesmo proposito: empoderar os pequenos corretores de imóveis, que são a grande parte do mercado.

"Depois de criar uma conta, o corretor pode criar de forma gratuita seu site profissional e cadastrar quantos imóveis quiser. Ele só irá pagar se quiser uma página mais personalizada", conta Jota Baptista, CMO e sócio da Vivalisto.

"A plataforma elimina vários custos do processo. O cliente fica focado em fazer vendas. A Vivalisto cobra entre 6% e 10% da comissão caso o corretor use algum serviço com especialista", completa o CEO.

Como a aquisição pode ser útil à Vivalisto

O objetivo da Vivalisto é crescer com consistência e oferecer no mesmo ambiente ferramentas tecnológicas, serviços de apoio e backoffice, oportunidades de novos negócios e educação. Assim, profissionais podem se dedicar à experiência dos clientes.

“Em um único lugar o profissional agora pode ter todo o apoio necessário para se tornar uma marca e um negócio de sucesso. Estamos fazendo algo inédito ao disponibilizarmos gratuitamente o que hoje custa caro para os corretores, ou seja, ferramentas para a gestão dos clientes, imóveis, site, entre outros”, finaliza Jota Baptista, Cofundador e CEO da Flity e agora, CMO da Vivalisto.

A startup entende que o perfil do corretor de imóveis mudou. Hoje, os profissionais são mais jovens, independentes e tem menos informações sobre aspectos jurídicos e documentais.

"Decidimos unir forças para oferecer em um único ambiente ferramentas mais tecnológicas, educacionais e personalizadas, para proporcionar mais comodidade e facilidade, e a partir disso, aumentar as vendas. Com a plataforma, é possível que profissionais acessem as ferramentas que precisam para alavancarem seus negócios", afirma Eduardo Menegatti, CEO da Vivalisto.

Quais são os serviços oferecidos pela Vivalisto

A nova plataforma da Vivalisto oferece aos corretores:

  • Acesso gratuito a ferramentas e serviços que envolvem desde a criação da marca pessoal e site próprio;
  • Sistema de gestão de clientes e imóveis e integrações com outras plataformas e parcerias;
  • Apoio jurídico e administrativo;
  • Conteúdos educacionais e treinamento de uso de novas tecnologias;

VEJA TAMBÉM: