Toyota retoma produção em 18 fábricas japonesas

Na retomada, unidades da montadora em Miyagi e Iwate, duas das localidades mais afetadas pelos desastres naturais, voltaram a funcionar

Tóquio - A Toyota, maior fabricante mundial de veículos, retomou nesta segunda-feira a produção em 18 fábricas japonesas depois que os efeitos do terremoto e do tsunami do dia 11 de março paralisou quase totalmente sua atividade durante cinco semanas.

Até o dia 27 de abril o volume de produção será a metade do habitual, disse à Agência Efe um porta-voz do grupo, Paul Nolasco.

Algumas destas as 18 unidades que recomeçaram a trabalhar elaboram também peças usadas nas linhas de montagem da empresa, acrescentou o porta-voz.

As unidades de companhias filiadas nas províncias de Miyagi e Iwate, duas das mais afetadas pela catástrofe, também começaram a funcionar, segundo informa a agência local "Kyodo".

Em 14 de março a empresa se viu obrigada a deter a produção de veículos no Japão por causa das consequências do terremoto, embora no dia 28 desse mês retomou a fabricação de seu modelo Prius e de dois de sua marca Lexus.

O reinício de atividade da companhia se deve a que grande parte de seus fornecedores já voltaram a produzir e enviar peças, segundo Nolasco, que informou que agora só há complicações com a provisão de 150 peças, "enquanto há duas semanas havia problemas com cerca de 500".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.