Telefónica espera recuperar operações na Europa

Segundo o diretor operacional da empresa na Espanha, o crescimento na América Latina tem acelerado

O diretor operacional da espanhola Telefónica, José Maria Alvarez-Pallete, afirmou durante um evento em Londres que a companhia está no caminho certo para recuperar suas operações na Europa, mas alertou que ainda não foi tomada uma decisão sobre a possível venda de alguns negócios na América Latina.

A Telefónica não forneceu detalhes sobre onde as melhoras operacionais ocorreram e informou que vai divulgar os resultados de 2012 no dia 28 de fevereiro. Segundo Alvarez-Pallete, a empresa está reduzindo a dívida, que era de 56 bilhões de euros em setembro, e o fluxo de caixa está melhorando.

O executivo também afirmou que o crescimento na América Latina está se acelerando, apesar de preocupações com a economia local, e destacou que a penetração dos smartphones na região é bem baixo, calculado em apenas 20%, enquanto na Espanha a taxa é de 60%, o que abre espaço para mais crescimento.

Alvarez-Pallete descartou um IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações) da unidade móvel da Telefónica no Reino Unido, a O2. "Não sentimos necessidade de fazer esse IPO." A companhia, que já foi a maior em valor de mercado da Espanha, vem sendo prejudicada por uma recessão em seu mercado doméstico.

Para recompor seu balanço, a Telefónica, entre outras medidas, eliminou o pagamento de dividendos e levantou 1,45 bilhão de euros (US$ 1,93 bilhão) com a oferta pública inicial de ações da sua unidade na Alemanha, a Telefonica Deutschland. A Telefónica também fechou um acordo para vender a Atento por 1 bilhão de euros e disse que venderá mais ativos. Em novembro, a companhia espanhola anunciou um lucro líquido de 1,38 bilhão de euros no trimestre encerrado em 30 de setembro, revertendo o prejuízo de 429 milhões de euros no mesmo período de 2011, com ajuda das operações na América Latina. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.