Revlon vai demitir 250 e fechar duas fábricas

Decisão está atrelada ao plano de reestruturação da companhia de cosméticos para reduzir custos

São Paulo – A Revlon, companhia que produz maquiagem e outros produtos de beleza, anunciou o corte de 5% da sua força de trabalho, o que representa cerca de 250 demissões. As baixas estão relacionadas ao fechamento de duas unidades fabris da companhia na Europa. A Rvlon emprega cerca de 5.200 pessoas.

A Revlon está reestruturando suas operações a fim de reduzir custos. A companhia vem sendo afetada pela fraqueza do consumo no mercado europeu e também pela desaceleração na China. Com a decisão, a companhia esperar gerar economia de 10 milhões de reais, neste primeiro momento.

“Nos últimos três anos, executamos com sucesso a nossa estratégia e estamos cumprindo nossa meta de crescimento do nosso negócio rentável. Essas ações irão permitir que a Revlon continue competitiva ", disse Alan T. Ennis, presidente da companhia, em nota.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.