Melhores e Maiores: saiba tudo sobre a cerimônia de premiação

Evento acontecerá no próximo dia 20 de outubro, com discurso de abertura do ministro Paulo Guedes e transmissão online

A edição deste ano do mais tradicional e reconhecido prêmio da economia brasileira já tem data para acontecer. A cerimônia de premiação do Melhores e Maiores 2021 será realizada no próximo dia 20 de outubro, a partir das 19 horas.

O evento terá apresentação de André Esteves, sócio sênior do BTG Pactual, do mesmo grupo controlador da Exame. Em seguida está previsto um discurso de abertura do ministro da Economia Paulo Guedes. A transmissão online poderá ser acompanhada por aqui.

As 20 categorias premiadas

O Melhores e Maiores 2021 chega renovado com 18 categorias principais e 2 especiais definidas. O ranking que avalia e classifica empresas com base no desempenho do ano anterior será dividido nas seguintes categorias:

Agronegócio;

Alimentos e Bebidas;

Atacado e Varejo;

Bens de Capital e Eletroeletrônicos;

Saneamento e Meio Ambiente;

Energia;

Farmacêutico e Beleza;

Transporte, Logística e Serviços Logísticos;

Papel e Celulose;

Telecomunicações;

Química e Petroquímica;

Tecnologia e Mídia;

Mineração;

Moda e Vestuário;

Imobiliário;

Saúde;

Serviços Financeiros;

Siderurgia e Metalurgia.

Em 2021, além das categorias tradicionais – que já estavam presentes nas outras edições do Melhores e Maiores – também serão premiadas a startup do ano e o empreendedor social do ano. “As startups estão revolucionando o mercado, disruptando empresas e setores, trazendo novos produtos e serviços para os consumidores. Inclui-las neste prêmio é uma maneira de reconhecer a inovação. E, ao premiar a startup do ano, nós apoiamos e incentivamos empresas inovadoras”, explica Renata Faber, head de ESG da Exame.

“Já a categoria de empreendedor social do ano foi criada para reconhecer pessoas que têm trabalho para reverter o cenário de problemas de desigualdade social no nosso país”, conta Faber.

Esta edição também trará as listas dos maiores bancos, cooperativas e empresas de educação, por ordem de faturamento.

Outra novidade é que neste ano, os princípios ESG entrarão como critérios de avaliação das companhias. As empresas precisam demonstrar indicadores de responsabilidade ambiental, social e de governança para serem selecionadas como Melhores e Maiores em seus setores.

“Atualmente, não importa mais apenas a empresa crescer de forma lucrativa, e sim o como ela faz isso. Ao incorporar os critérios ESG no Melhores e Maiores, nós olhamos para a sustentabilidade da atuação das companhias no longo prazo”, disse Faber.

48ª edição do Melhores e Maiores

No ano passado, o prêmio teve sua primeira edição totalmente online, sendo também o primeiro Melhores e Maiores aberto ao grande público. A empresa do ano foi a Algar Telecom, do setor de telecomunicações.

Neste ano, para além do desempenho, a EXAME planeja exaltar as empresas que souberam se reinventar diante do momento de crise causada pela pandemia e que estão alinhadas aos novos desafios da sociedade.

A análise dos dados será feita pelo Ibmec, instituto considerado uma das melhores escolas de negócios do Brasil, que surgiu em 1970, no Rio de Janeiro, com a denominação Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Em 1985, a instituição lançou o primeiro MBA em Finanças do Brasil.

Além do Ibmec, a avaliação das empresas passará ainda por uma comissão escolhida pela direção da EXAME, que irá validar os resultados para chegar às melhores companhias de 2021.

Os principais critérios considerados na avaliação de melhores empresas do ano são:

resultados contábeis das empresas;

crescimento dentro do segmento nos últimos cinco anos;

governança;

responsabilidade social e ambiental;

histórico.

Para acompanhar o evento ao vivo e prestigiar as empresas que ajudam o Brasil a caminhar na economia, basta se inscrever aqui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também