JPMorgan pagará mais de US$ 125 mi para encerrar inquérito

Segundo fontes, acordo também inclui cerca de 50 milhões em restituições

Nova York - O JPMorgan Chase & Co concordou em pagar pelo menos 125 milhões de dólares para encerrar investigações de autoridades federais e estaduais dos Estados Unidos sobre se o banco buscou coletar e vender de maneira inapropriada dívidas de cartão de crédito de consumidores, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

O acordo também inclui cerca de 50 milhões em restituições, disseram as fontes.

O banco foi acusado de usar assinaturas automatizadas e outros métodos desacreditados para perseguir consumidores por dívidas que eles podiam não ter devido, e por fornecer informações erradas para compradores de dívidas.

Assinatura automatizada refere-se à assinatura de documentos em quantidades massivas sem revisar os registros.

O Departamento de Proteção Financeira ao Consumidor dos Estados Unidos, 47 Estados norte-americanos e o Distrito de Columbia devem anunciar os acordos já nesta quarta-feira, segundo as fontes.

Os Estados vão dividir cerca de 95 milhões de dólares, enquanto o departamento receberá 30 milhões, disseram as pessoas.

O JPMorgan Chase e o departamento não retornaram telefonemas para comentários. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.