Intel obtém licenças dos EUA para fornecer produtos à Huawei

Com as relações entre EUA e China em seu pior momento das últimas décadas, Trump tem pressionado governos ao redor do mundo para banir a Huawei

A Intel recebeu licenças de autoridades dos Estados Unidos para continuar fornecendo certos produtos para a Huawei Technologies, disse um porta-voz da empresa nesta terça-feira.

Com as relações entre EUA e China em seu pior momento das últimas décadas, Washington tem pressionado governos ao redor do mundo para banir a Huawei, argumentando que a gigante das telecomunicações entregaria dados ao governo chinês.

Desde 15 de setembro, novas restrições impediram empresas norte-americanas de fornecer ou prestar serviços à Huawei.

Esta semana, o China Securities Journal disse que a Intel recebeu permissão para fornecer à Huawei.

Na semana passada, a chinesa Semiconductor Manufacturing International Corporation confirmou que também havia pedido permissão para continuar atendendo a Huawei. A SMIC usa equipamentos de origem norte-americana para fabricar chips para a Huawei e outras empresas.

A fabricante de chips sul-coreana SK Hynix também solicitou a licença nos Estados Unidos para vender à Huawei, mas não obteve aprovação, disse uma pessoa a par do assunto.

A fonte disse que empresas de fora dos EUA podem não ter grandes chances de obter a aprovação e que as fabricantes de chips estão elaborando planos de contingência para aumentar o fornecimento a outros clientes.

A SK Hynix não quis comentar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.