A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Femsa está aberta a mais aquisições após compra da Spaipa

Aquisição da brasileira Spaipa por US$1,9 bilhão foi seu nono negócio em pelo menos dois anos

Monterrey - A engarrafadora mexicana Coca-Cola Femsa está aberta a mais aquisições após a compra da brasileira Spaipa por 1,9 bilhão de dólares, seu nono negócio em pelo menos dois anos.

Hector Trevino, vice-presidente financeiro da aliança entre a Coca-Cola e a mexicana Femsa, afirmou que a companhia tem recursos financeiros para fazer novas aquisições.

Ele afirmou que a dívida líquida da companhia será de 1,6 vez o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em dezembro e que a empresa ficará confortável com o um nível de endividamento de até duas vezes o Ebitda.

"Se nos depararamos com uma aquisição que exija mais que isso, nós poderíamos também usar nossas ações e, se não, poderíamos também fazer uma oferta pública de ações", disse Trevino em reunião com analistas.

A compra da Spaipa ocorreu após a Coca-Cola Femsa ter anunciado a aquisição da Companhia Fluminense de Refrigerantes por 448 milhões de dólares. Analistas consideram que a estratégia da empresa marca preocupação com diversificação para além de um mercado mexicano potencialmente menos lucrativo.

O governo do México deve apresentar um plano de reforma no domingo que deve incluir imposto sobre bebidas espumantes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também