Electrolux interrompe produção por falta de insumos

Cerca de 6 mil trabalhadores diretos e indiretos foram dispensados por uma semana

São Paulo - Desde sexta-feira, 25, a Electrolux parou de produzir eletrodomésticos nas fábricas de Curitiba (PR) e São Carlos (SP) e está em vias de suspender a produção da unidade de Manaus (AM) em razão da falta de insumos que não foram entregues durante a greve dos caminhoneiros. Cerca de 6 mil trabalhadores diretos e indiretos foram dispensados por uma semana.

Carlos Wittica, vice-presidente jurídico e de relações governamentais, conta que a empresa negociou com os sindicatos a compensação dos dias parados. "Foi uma forma de mitigar as perdas", diz o executivo. Além da falta de insumos, ele conta que a companhia não está conseguindo entregar os produtos acabados. A expectativa da empresa é que a greve acabe nos próximos dias. Por isso, marcou o retorno dos trabalhadores para segunda-feira, 28. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.