Eike cai para 4º lugar entre os mais ricos do Brasil

No ranking diário de bilionários da Bloomberg, empresário é ultrapassado por Joseph Safra e fica perto de deixar lista dos mais ricos

São Paulo – Depois de amargar a queda no valor de mercado de suas empresas, especialmente a petroleira OGX, Eike Batista é agora o quarto mais rico do Brasil e o último brasileiro na lista de bilionários da Bloomberg.

O ranking, que conta com 100 nomes, tem Eike na 93ª posição, com ativos avaliados em 11,4 bilhões de dólares. O banqueiro Joseph Safra foi quem tomou o lugar de Eike, com uma fortuna avaliada em 12 bilhões de dólares. Ele é o 86º mais rico do mundo e 3º entre os afortunados do país.

Jorge Paulo Lemann é o brasileiro mais bem avaliado pela Bloomberg. Com um patrimônio de 19,1 bilhõs de dólares, ele está na 37ª posição. O empresário é um dos controladores da cervejaria Ab Inbev, a maior do mundo. Também detém fatias em empresas como o Burger King e Lojas Americanas.

Segunda no pódio brasileiro, Dirce Carmago, a controladora do Grupo Camargo Corrêa, está em 64º na colocação geral. Sua fortuna é de 14,1 bilhões.

Meta

Em 2011, Eike Batista disse que chegaria no topo do ranking em um prazo de cinco anos. Naquela época, seu patrimônio batia em 30 bilhões de dólares, quase três vezes superior ao apurado atualmente pela Bloomberg.

A apenas sete posições e 600 milhões de dólares de deixar o top 100, Eike vê o sonho ficar mais distante à medida que suas empresas são punidas no mercado de capitais. 

 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.