Negócios

Burger King compra rede de frango frito Popeyes

Depois de retirar oferta de compra pela Unilever, fundos 3G Capital e Berkshire Hathaway buscam nova aquisição

O valor de mercado da rede Popeyes é de US$ 1,37 bilhão, enquanto a companhia de Lemann e Buffeff vale US$ 25 bilhões (Foto/Reprodução)

O valor de mercado da rede Popeyes é de US$ 1,37 bilhão, enquanto a companhia de Lemann e Buffeff vale US$ 25 bilhões (Foto/Reprodução)

Karin Salomão

Karin Salomão

Publicado em 21 de fevereiro de 2017 às 10h25.

Última atualização em 21 de fevereiro de 2017 às 16h16.

São Paulo – A Kraft Heinz, do fundo 3G Capital e da Berkshire Hathaway, retirou sua oferta de US$ 143 bilhões pela Unilever, mas isso não impediu os fundos de buscarem fechar uma nova aquisição este ano.

A Restaurant Brands International, rede de fast food controlada pelo fundos 3G Capital, dos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira e pelo fundo Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, acabou de fechar a aquisição da rede Popeyes Louisiana Kitchen, baseada em frango frito.

A RBI é controladora do Burger King e, desde 2014, da canadense Tim Hortons, de doughnuts e cafés. Agora, acabou de abocanhar mais uma concorrente.

O valor da aquisição é de US$ 79 por ação em dinheiro, o que equivale a US$ 1,8 bilhão, um prêmio de 27% em relação ao preço médio das ações nos últimos 30 dias. A transação ainda está sujeita a análises e aprovações dos órgãos competentes.

"A aquisição da Popeyes adiciona uma marca bem-sucedida e altamente conceituada com grande fidelidade dos consumidores à RBI, uma das maiores empresas do mundo em serviços rápidos de restaurantes, que tem duas das redes mais icônicas do setor, Burger King e Tim Hortons", afirmou a companhia em comunicado.

Fundada em New Orleans em 1972, a rede Popeyes tem mais de 2.600 restaurantes nos Estados Unidos e em outros 25 países. Já a RBI tem mais de 20.000 unidades em 100 países.

Em nota, o CEO da RBI, Daniel Schwartz, afirmou que "Popeye é uma marca poderosa com grande herança na Louisiana que ressoa com consumidores ao redor do mundo".  "A medida em que Popeyes se torna parte da família RBI, acreditamos que conseguimos entregar crescimento e oportunidades para todos nossos parceiros, incluindo nossos valiosos funcionários e franqueados", disse.

Para a presidente da companhia de Louisiana, Cheryl Bachelder, "o resultado (dessa parceria) é uma transação que entrega resultados imediatos para os acionistas da Popeye".

A negociação pela rede Popeyes, de frango frito, começou há alguns meses.

Segundo a Bloomberg, o interesse se renovou na semana passada, quando a empresa fez uma nova oferta pela compra, envolvendo principalmente dinheiro. De acordo com a publicação, o valor de mercado da rede Popeyes é de US$ 1,37 bilhão, enquanto a companhia de Lemann e Buffeff vale US$ 25 bilhões.

Matéria atualizada em 12h15 para incluir o fechamento da operação.

Acompanhe tudo sobre:3G-CapitalBurger KingFast foodFusões e AquisiçõesJorge Paulo Lemannwarren-buffett

Mais de Negócios

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Empreendedor produz 2,5 mil garrafas de vinho por ano na cidade

Mais na Exame